terça-feira, 10 de outubro de 2017

MPPA VISTORIA MERENDA EM ESCOLAS DO MARAJÓ

A Promotoria da I Região Agrária de Castanhal, representada pela promotora Eliane Moreira, realizou vistorias nas escolas dos municípios de Soure e Salvaterra a fim de verificar o cumprimento do artigo 14 da Lei nº 11.947, de 16 de junho de 2009, que prevê o repasse de, no mínimo, 30% do total dos recursos financeiros do FNDE, no âmbito do PNAE, para a aquisição de gêneros alimentícios provenientes da agricultura familiar priorizando os assentamentos da reforma agrária, comunidades tradicionais indígenas e quilombolas.
Durante a vistoria foram verificadas a existência de gêneros oriundos da agricultura familiar e territórios quilombolas, em Soure, município que segundo a última prestação de contas não cumpre o repasse de 30%. O MPPA verificou que a merenda escolar é composta predominantemente de produtos industrializados. Na escola Dom Alonso não havia na dispensa e nem no freezer qualquer fruta, verdura, tão somente polpa de frutas. Os alunos da escola relataram que são poucas as ocasiões em que são oferecidos alimentos como frutas e verduras. No dia da visita a merenda escolar era sopa de carne com macarrão.

Representantes da Prefeitura, do Conselho da Merenda Escolar e do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) estiveram na Promotoria para serem ouvidos, nesta ocasião, o sindicato reclamou da ausência de divulgação e clareza nas chamadas públicas, bem como da ausência de absorção da produção local, declarando que existe produção local suficiente para atender as escolas. Foram estabelecidos compromissos de prestação de informações e adoção de medidas por parte da prefeitura, que devem ser comunidades ao MPPA em prazo estabelecido pelo órgão.
Em Salvaterra, a situação é ainda mais grave, na ocasião foi possível observar nas escolas a total ausência de alimentos oriundos da agricultura familiar. No dia da vistoria, a merenda encontrada nas escolas foi bolacha, suco e arroz com pequenos pedaços de charque, não observando-se vegetais ou frutas in natura.
Em reunião realizada com a presença de representantes da prefeitura e da associação quilombola da Malungu para o Marajó foram assumidos compromissos de prestação de informações ao Ministério Público dentro de prazo estipulado pela promotoria.
O representante dos quilombolas do Marajó, Raimundo Hilário Seabra de Moraes, declarou que no Município de Salvaterra existe ampla produção capaz de atender a merenda escolar, produzindo regularmente: goma de tapioca, macaxeira, graviola, leite de gado, farinha d´agua, hortaliças tais como cheiro-verde, alface, couve, frango, ovos, abacaxi, cupuaçu, bacuri, banana, muruci, taperebá, mangaba, maracujá, peixes. Na ocasião, também relatou à Promotoria que as crianças da Escola de Santa Luzia chegaram certa vez a elaborar um "cardápio dos sonhos" no qual teria tapioca com manteiga, frango com batata e legumes, sopa com legumes e frango; café com leite e macaxeira e açaí com camarão, dentre outros produtos da cultura alimentar marajoara. Também queixou-se da falta de informação e transparência sobre as chamadas públicas e a efetiva inclusão da produção quilombola.

Fonte: MPPA

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

PORTEL: AGRICULTORAS DO MUNICÍPIO RECEBEM FORMAÇÃO DA EMATER

Agricultoras portelenses - Imagem reproduçção.
Assentadas da reforma agrária de Portel, no arquipélago do Marajó, devem começar a fornecer alimentos para a merenda escolar e para outras instituições públicas, como creches e abrigos, a partir do ano que vem.
 O incentivo para a participação nos editais de chamada pública do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é fruto de uma mobilização conjunta do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), em parceria com a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Setras). Os editais costumam ser publicados em janeiro pela Prefeitura e pela Secretaria Estadual de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), respectivamente.
 As agricultoras são de mais de 10 comunidades que integram a Associação das Mulheres Agroextrativistas da Ilha Grande do Pacajaí (AMAIGP) e todas são beneficiárias do bolsa-família. “A situação da mulher rural em Portel sempre foi desafiadora: são donas de casa que acumulam o cuidado com os filhos, o trabalho nas roças de mandioca, a pesca artesanal, o extrativismo de açaí, a piscicultura, entre outras funções. Fora isso sofrem com a baixa escolaridade e com a submissão cultural aos maridos. Um dos esforços da Emater tem sido o diagnóstico socioeconômico das famílias, a capacitação contínua e o fortalecimento das organizações sociais”, resume o engenheiro florestal da Emater, Milton Costa.
 Além de reuniões com direcionamentos, estão previstas emissões de declarações de aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que habilitam aos mercados governamentais, além de cursos e oficinas, que já começaram a ser realizados, como por exemplo, o de buquês de flores artificiais, que contou com o apoio da Prefeitura, e que beneficiou 20 agricultoras da Ilha do Jacundaí, da Boca do Rio Anapu.

Fonte: AGPA

SALVATERRA: DETENTOS SÃO FLAGRADOS CAVANDO BURACO EM CELA DE DELEGACIA


Na manhã do último domingo (08), uma revista realizada pelos militares do Batalhão Marajó, flagrou detentos fazendo um buraco em uma das celas da Delegacia de Salvaterra, no Marajó.
Os detentos aguardam determinação judicial e devem ter a tentativa de fuga incluída em seus processos. Na vistoria, foram encontradas colheres de metal, pregos e até uma chave de fenda escondida num colchão. O caso foi registrado e encaminhado para a autoridade judicial.

Fonte: DOL:  (Com informações da PM e de Dario Pedrosa)

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

SOURE E OEIRAS DO PARÁ RECEBEM AMBULÂNCIA DO GOVERNO DO ESTADO

O Governo do Pará entregou, nesta quinta-feira (5), 53 novas ambulâncias para reforçar a saúde básica em 46 municípios paraenses, dentre eles, o município de Oeiras do Pará (Baixo Tocantins) e Soure (Marajó) Desde 2013, o governo já entregou 249 ambulâncias para municípios do Estado. Apenas os veículos entregues hoje representam um investimento de aproximadamente R$ 3,8 milhões e são originários de emendas de 28 deputados estaduais. Prefeitos e gestores das prefeituras contempladas estiveram na entrega, feita pelo governador Simão Jatene e em cerimônia no Palácio do Governo.
 As ambulâncias entregues são de simples remoção (tipo A), modelo 2016, zero quilômetro, tipo furgão flex, com motor mínimo de 1.6, na cor branca. Elas vêm com direção hidráulica, maca, balão de oxigênio e ar-condicionado. Para os prefeitos, a entrega representa avanços e a possibilidade de atender melhor à população.
 O governador Simão Jatene destacou os avanços na saúde pública no Pará, com a construção de hospitais de alta e média complexidade em todas as regiões do Estado e o investimento maciço no aparelhamento dessas unidades. “Muitos podem pensar que uma ambulância não faz diferença, mas para quem vive a realidade do interior, esses veículos se somam à estratégia e à rede que temos construído de hospitais, destacando os regionais e que esse esforço conjunto tem como objetivo final atender as demandas da sociedade, além de salvar vidas”, afirmou. “É inegável que avançamos muito, e preciso aqui dar o crédito aos deputados, que são nossos parceiros, independente de partidos políticos”, continuou o governador.

Com informações da Agência Pará.

POLICIAIS PRENDEM ACUSADOS DE TRÁFICO DE DROGAS EM PORTEL

Também foram apreendidas duas armas de fogo de fabricação caseira, três tubos de pólvora e três cartuchos de calibres 24, 32 e 36, além de dois rolos de papel-alumínio, utilizado para embalar as drogas para venda.
As Polícias Civil e Militar prenderam, nos últimos quatro dias, três homens e apreenderam dois adolescentes por envolvimento com o tráfico de drogas, no município de Portel, no arquipélago do Marajó. As prisões foram realizadas entre os dias 1º e 4 deste mês. Com os presos foram encontradas drogas e uma arma de fabricação caseira, além de apetrechos usados na venda de entorpecentes e 10 quilos de “barrilha”, produto químico usado na fabricação da pasta-base de cocaína, que foram apreendidos.
 Segundo o delegado Paulo Junqueira, titular da Delegacia de Portel, as prisões e apreensões são resultado do trabalho integrado policial para combater o tráfico de drogas na sede do município e na região. Nesta quarta-feira, 4, de madrugada, foram presos em flagrante Alex Palheta Nunes e Thiago Palheta Moura. Com eles estavam também dois adolescentes que eram aliciados para a venda de drogas na cidade. Os traficantes utilizavam uma casa localizada no bairro Cidade Nova como ponto de comércio. No local, foram encontradas nove "petecas" de maconha, 14 "pedras" de crack de tamanho pequeno e uma com peso de cerca de quatro gramas.
 Durante a revista na casa, também foram apreendidas duas armas de fogo de fabricação caseira, três tubos de pólvora e três cartuchos de calibres 24, 32 e 36, além de dois rolos de papel-alumínio, utilizado para embalar as drogas para venda. Alex Palheta e Thiago Palheta foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de arma e corrupção de menores. Os dois estão recolhidos à disposição da Justiça em Portel. Já os adolescentes irão responder por tráfico de drogas e foram encaminhados ao Ministério Público para as medidas cabíveis.
Barrilha  - Denúncias também levaram as equipes das Polícias Civil e Militar a realizar a apreensão, nesta quarta-feira (4), de dez quilos de “barrilha”, substância química usada na mistura da pasta-base de cocaína. O produto foi encontrado, após uma revista, dentro de sacos plásticos em uma embarcação. O delegado Paulo Junqueira, titular da Delegacia de Portel, informa que segundo as denúncias anônimas, o barco partiu de Macapá, no Amapá, com destino a Portel transportando drogas ilícitas.
 As investigações iniciaram por volta das 7 horas da manhã, quando os agentes receberam as denúncias. Por volta das 10 horas, os policiais localizaram a embarcação, que estava abandonada. "O material encontrado é uma sustância química utilizada na produção de entorpecentes que, ao ser misturada com 'crack' e outros produtos químicos, resulta na pasta-base de cocaína", detalha o delegado. Os agentes não conseguiram identificar o dono do produto. As investigações continuarão até o proprietário do material ser identificado para responder pelo crime de tráfico de drogas.

Outro flagrante  - No dia 1º de outubro, policiais civis de Portel prenderam em flagrante Jadiael Ribeiro Fernandes, conhecido como Jael, por tráfico de drogas. Após uma revista na casa dele, os policiais encontraram 31 "petecas" de maconha e um papelote de pasta-base de cocaína. Além das drogas, foi apreendido um rolo de papel-alumínio que era usado para embalar a droga para ser comercializada. O flagrante ocorreu por volta de 1 hora da madrugada, após recebimento de informações que resultaram na investigação sobre a venda de entorpecentes no local. O dono da casa foi autuado em flagrante pelo crime e está recolhido para responder na Justiça.

 Por Walrimar Santos/ AGPA

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

GURUPÁ: CRIMINOSOS ROUBAM ARMAS E EQUIPAMENTOS DE DENTRO DE DELEGACIA

Foto: Orlando Dias.
A audácia dos criminosos foi tão grande que nem a delegacia - local considerado seguro e cercado de policias - foi poupada. Armas e equipamentos foram roubados de dentro da sala do delegado de Polícia Civil de Gurupá, no Marajó, nesta quarta-feira (4).
 Os suspeitos foram identificados como Francisco Rocha Guimarães, conhecido como Neto e seu irmão, que não teve o nome divulgado.
 Para não serem identificados, os criminosos ainda levaram o roteador de internet e o monitor do sistema interno de vigilância, que deve dificultar nas investigações.
 O DOL entrou em contato com a Polícia Civil para saber se os criminosos já foram identificados ou presos e qual o prejuízo do roubo e, aguarda um posicionamento.

Fonte: DOL

terça-feira, 3 de outubro de 2017

HOMEM ACUSADO DE ESTUPRAR FILHAS É PRESO EM MUANÁ

Voltada ao combate do abuso e exploração sexual, a Polícia Civil realizou a operação "Hades 2", no município de Muaná, na ilha do Marajó. A ação foi realizada ontem (2) e resultou no cumprimento do mandado de prisão preventiva contra Ivaldo Miranda. O homem é acusado de estuprar as duas filhas, de 14 e 15 anos de idade. A violência acontecia na comunidade do Jararaca, zona rural do município. As informações foram divulgadas hoje (3) pela assessoria da Polícia Civil.
 De acordo com o delegado Rodrigo Amorim, titular da Superintendência da Polícia Civil na região do Marajó Oriental, as investigações tiveram início a partir de algumas denúncias. "Os abusos aconteciam há meses. As vítimas relataram que passaram momentos de terror e tensão no ambiente familiar", conta. As adolescentes foram encaminhadas à Delegacia local, onde prestaram depoimento.
Em seguida, um mandado de prisão preventiva foi expedido pelo juiz Luiz Trindade contra o acusado. Durante o período da manhã desta segunda, os agentes realizaram a prisão de Ivaldo Miranda. Ele está recolhido à disposição da Justiça. A operação foi realizada de forma conjunta com a Superintendência do Marajó Oriental coordenada pelo delegado Rodrigo Amorim e contou com o apoio da Delegacia de Muaná, comandada pelo delegado Heitor Magno.

Fonte: ORM

BREVES: BRIGA POLITICA PREJUDICA A CIDADE

O combalido Marajó,  além de viver há décadas no mais completo abandono, agora também é vitima do egocentrismo de políticos que, olhando apenas para seus interesses, não aceitam a ajuda daqueles que outrora foram seus adversários nas urnas.
Breves, a maior cidade do Marajó, padece com a falta d'água, mas assim mesmo o atual prefeito do município, Toninho Barbosa, do PMDB, se recusa a receber emenda destinada à construção de 2 microssistemas de água em um bairro periférico da cidade, o que mais sofre com a falta d'água.
Esse fato veio à tona na ultima sessão ordinária na Câmara Municipal de Breves, onde, em seu discurso, o vereador da base do governo, Labinho Oliveira, pediu aos seus pares que provocassem seus deputados aliados para que os mesmos enviassem emendas para o município.
O discurso do vereador Labinho foi duramente aparteado pelos vereadores Enaldo e Alexandre Barros, onde falaram aos demais vereadores e ao publico presente na galeria, que o prefeito peeemedebista foi convidado a reunir com o Dep. Luth Rebelo para que uma emenda de R$ 600 mil reais fosse destinada ao município, e assim o sofrimento dos moradores do Bairro Parque Universitário fosse amenizado.
O blog não conseguiu contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Breves, mas deixa o espaço aberto para esclarecimentos.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

SSBV: "RODA CULTURAL" RESGATA AS MANIFESTAÇÕES DE RUA

A cena cultural em SSBV nunca esteve tão agitada e produtiva, embora as "ôtoridades mauximas" da cidade não darem muito valor. (Leia o texto abaixo)
"A Roda Cultural de São Sebastião da boa vista promove batalhas de MCs em espaços públicos da cidade. Os jovens participantes, com idades entre 16 e 25 anos, têm como objetivo fazer com que o encontro reúna manifestações de rua como skate, graffiti, hip-hop, MCs e bboys (dançarinos) poetas, pessoas que gostam de expressar os sentimentos em forma de alguma dessas manifestações. 
Georgi e Bob: é quem coordenam as rodas de rap, nas quais acontecem disputas de rimas improvisadas ao som da base do Beat e o Mic 
A batalha tem regras: um começa, o outro responde e, depois, a ordem se inverte. As batalhas serão no estilo Bate-Volta (3 versos) e a plateia tem que fazer barulho pros Mcs que mandarem mais ideologia e que tenham as respostas mais criativas na batalha. As batalhas acontecem toda sexta-feira a partir das 20:hrs na Praça da Matriz em frente a prefeitura municipal."
O texto acima foi publicado na manhã dessa sexta-feira pelo agitador cultural e ativista digital, Bob Marlon, principal incentivador dessa geração valorosa na Veneza do Marajó.

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

BREVES: PC DEFLAGRA OPERAÇÃO QUE INVESTIGA DESVIOS DE RECURSOS PÚBLICOS E CORRUPÇÃO

Na manhã de hoje (28), por volta das 09h, equipes da Polícia Civil deram cumprimento a 07 (sete) mandados de Busca e Apreensão em vários órgãos da Prefeitura de Breves, região do Marajó Ocidental.
As ordens judiciais foram cumpridas na Secretaria de Administração, Secretaria de Finanças, Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde, chefia de gabinete do prefeito e Departamento de Recursos Humanos. Ainda foi alvo das Buscas a Escola Municipal Odízia Correa.
As investigações tem por objeto fraudes na folha de pagamento da administração pública em que servidores lotados nos órgãos da prefeitura não trabalham de fato, mas recebem como se prestassem serviço à municipalidade. Trata-se do que comumente se chama de servidor "fantasma".


Informações: Assessoria de Comunicação PC/PA

terça-feira, 26 de setembro de 2017

SSBV: PREFEITURA DÁ CALOTE NOS ARTISTAS LOCAIS

Os burburinhos do badaladíssimo Festival do Açai da paupérrima São Sebastião da Boa Vista ocorrido no início deste mês, estão longe de acabar. O evento que trouxe a desconhecida Paula Mattos pagando um cachê altíssimo, além das diversas exigências feitas pela "artista" e sua equipe, até a presente data não pagou os diversos grupos culturais, bandas e  profissionais que produzem cultura no município.
De a cordo com a coordenadora do Gupo Máscara Branca, Léia Dias, a coordenação do XXVII Festival do Açaí tem protelado a quitação dos débitos com os artistas locais sem dar uma explicação plausível.
Em um grupo do whatsapp a atriz convoca todos os prejudicados para fazerem pressão no prefeito do município para que o mesmo honre o compromisso assumido.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

SOURE: POPULAÇÃO DESENTERRA CARNE QUE PREFEITO MANDOU ENTERRAR

Após acidente ocorrido com o caminhão que transportava a carne abatida no Matadouro Municipal, o prefeito do município, Guto Gouveia, do PR, arcou com o prejuízo (usando dinheiro público|) de aproximadamente 30 mil reais e mandou enterrar a carne que, de acordo com vistoria feita pelos técnicos do município, estaria imprópria para o consumo. Um grupo de moradores sabendo da localização do descarte , se dirigiu ao local e desenterrou a carne, levando várias arrobas para casa.
Com informações do Movimento Luta Marajó.

domingo, 24 de setembro de 2017

UFPA E AMUCAN ASSINAM PARCERIA PARA FAZER DIAGNÓSTICO FUNDIÁRIO

Marlene Alvino, presidente da CRF-UFPA, e Antônio Tavares da Silva, prefeito de Oriximiná
A Comissão de Regularização Fundiária da Universidade Federal do Pará (CRF-UFPA) e a Associação dos Municípios da Calha Norte (Amucan) formalizaram no último dia 20 de setembro, na sede da instituição, em Belém, uma parceria consolidando o primeiro passo para a elaboração de um diagnóstico preliminar da realidade fundiária das 12 cidades que compõem a Associação com vistas a um projeto de regularização. O documento foi assinado por Marlene Alvino, presidente da CRF-UFPA, e por Antônio Tavares da Silva, prefeito de Oriximiná, e presidente da Amucan. Na ocasião foi criado um grupo de trabalho composto por técnicos da Associação e da CRF-UFPA para elaborar o diagnóstico.
O objetivo da parceria, além do diagnóstico, segundo o presidente da Amucan, é construir uma proposta de trabalho para beneficiar com a regularização fundiária as famílias residentes em Alenquer, Almeirim, Baião, Curuá, Colares, Faro, Gurupá, Juruti, Melgaço, Óbidos Oriximiná e Terra Santa, garantindo o direito social a moradia. Em seguida ao diagnóstico, será elaborado um projeto para auxiliar a Amucan na captação de recursos para viabilizar a iniciativa, favorecendo, o planejamento municipal e o desenvolvimento regional.
 O presidente afirmou que a parceria com a UFPA é um passo positivo. A criação de um grupo de trabalho de técnicos garantirá a construção de uma base sólida de dados para fundamentar o futuro projeto de regularização, assim como poderão ser formuladas novas propostas para serem implementadas nas diversas áreas das políticas públicas visando o desenvolvimento local e uma gestão eficiente, sustentável e transparente das cidades.
Para Marlene Alvino, presidente da CRF-UFPA, além da parceria, o grupo de trabalho está realizando um levantamento de um conjunto de informações nos municípios envolvidos, tais como, a lei de criação do município com o respetivo perímetro e os núcleos urbanos, o plano diretor, o cadastro mobiliário, a cartografia e o cadastro de endemias. Será feito também um levantamento um perfil dos quadros técnicos atuantes nas prefeituras e um levantamento dos cartórios existentes nestas cidades. Serão verificadas, ainda, as áreas tituladas nos 12 municípios, bem como haverá consulta de informações junto à Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário e ao Programa Terra Legal para analisar a base cartográfica regional.
 O estudo preliminar, segundo Daniel Mesquita, engenheiro sanitarista da CRF-UFPA, deverá ser concluído até meados de outubro e, em novembro próximo, deve ser consolidado um termo de cooperação entre as instituições que respalde o planejamento do processo da regularização fundiária, assim como a captação dos recursos para atender as demandas de regularização dos municípios da Amucan.
 Participaram da assinatura da parceria, ainda, Silvestre Júnior, secretário Geral da Amucan; Carmem Silva Oliveira, engenheira agrônoma e assessora técnica da Associação; Vunibaldo Salomão, engenheiro agrônomo e assessor técnico do município de Alenquer, e Myrian Cardoso, coordenadora Técnica Operacional do Projeto Moradia Cidadã.

 Texto e fotos: Kid Reis Ascom-CRF-UFPA

AÇÕES PARA O CONTROLE DA MALÁRIA BENEFICIARÃO 10 MUNICÍPIOS.

Plano Emergencial vai atender Anajás, Bagre, Curralinho, Oeiras do Pará, Portel, São Sebastião da Boa Vista, Breves, Cametá, Muaná e Limoeiro do Ajuru
A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) vai elaborar um Plano Emergencial de Controle da Malária para atender, especialmente, aos municípios de Anajás, Bagre, Curralinho, Oeiras do Pará, Portel, São Sebastião da Boa Vista, Breves, Cametá, Muaná e Limoeiro do Ajuru, nas regiões do Baixo Tocantins e do Arquipélago do Marajó, que são os 10 responsáveis por 94% dos casos da doença no Pará.
 Para tratar do assunto, o secretário de Estado de Saúde Pública, Vitor Mateus; o diretor do Departamento de Controle de Endemias, Bernardo Cardoso, e o coordenador estadual do Programa de Controle da Malária, Cláudio Cardoso, reuniram-se na tarde desta sexta-feira (22), no gabinete da Sespa, com prefeitos, secretários municipais de Saúde e diretores de Endemias desses municípios.
Ficou acertado que as Secretarias Municipais de Saúde terão até a próxima terça-feira (26) para encaminhar à Sespa seus planos municipais e necessidades, para que seja elaborado o Plano Emergencial, considerando a realidade e peculiaridades de cada município.
 Até 2015 o número de casos de malária vinha caindo no Estado, passando de 183.646, em 2010, para 11.266 casos em 2015. No entanto, um incremento da doença foi registrado a partir de 2016, com um total de 14.495 casos, e que se estende até o momento com um total de 20.365 registros, já representando um aumento de 40,5% em relação ao ano passado.

Continue lendo.....

sábado, 23 de setembro de 2017

BAGRE: PREFEITURA INAUGURA ESCOLA NO RIO CAJARI

O prefeito de Bagre, Nilson Farias, iniciou neste sábado (23), a entrega de novas escolas pela Zona Rural do nosso município, a primeira comunidade beneficiada foi do Rio Cajari. No total, serão 12 novas escolas que devem ser entregues até o final deste ano. Além da inauguração da escola, a comunidade recebeu serviços médicos e odontológicos, e ainda serviços como emissão de documentos e corte de cabelo.


 Em seu discurso, o prefeito Nilson Farias destacou também o trabalho dos vereadores, que participaram ativamente no planejamento, execução e fiscalização das obras. Além do prefeito e vereadores, a inauguração da escola Benedito P. Miranda, foi prestigiada por lideranças locais e pelo ex-prefeito, Cledson Gordo Rodrigues. Fotos: Pedrinho Dias

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

MARAJÓ RECEBE PROJETO CAPACITação DO TCM

O prefeito de Portel, Manoel Maranhense, ao lado do Conselheiro Daniel Lavareda, e o prefeito de SSBV, Hilton Lima
A região do Marajó foi beneficiada com o projeto CAPACITação, realizado pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará (TCM-PA) através da Escola de Cotas Públicas “Conselheiro Irawaldyr Rocha”. O município de Breves sediou a ação, que teve sua abertura na terça-feira (19) e seguiu com sua programação até quinta-feira (21), no Centro de Desenvolvimento e Educação Profissional (Cedep).
 A mesa de abertura foi composta pelo presidente do TCM-PA, conselheiro Daniel Lavareda; pela diretora Adjunta da Escola de Contas, Brenda Oliveira; pelo vice-prefeito de Breves, Vilson Mainarde; pelo presidente da Câmara Municipal de Bagre, vereador Manoel Martins e pelo secretário e presidente em exercício da Câmara Municipal de Breves, Enaldo Prata Aguiar.

 DESAFIOS -   Após a abertura, o projeto teve sua primeira palestra ministrada pelo presidente do TCM-PA, conselheiro Daniel Lavareda, que falou sobre a temática “Função Fiscalizadora do TCM-PA”, onde o presidente discorreu sobre o exercício do Tribunal a respeito da fiscalização financeira e orçamentária dos municípios. “Um dos maiores desafios que me impus, durante o meu mandato de dois anos de presidência, foi fazer com que o Tribunal percorresse todo o Estado do Pará, ouvisse o serviço e os administradores públicos, mas, acima de tudo, ouvisse também a população e a sociedade civil. Porque entendo que o TCM-PA, enquanto órgão julgador, só poderá fazer o seu papel de julgar corretamente se ele conhecer as bases dos municípios que ele julga, se ele conhecer as vozes e os reclames dos administradores, pois não se julga papel, se julga pessoas. E para julgar pessoas, é preciso conhecê-las”, disse Lavareda.
 A vereadora do município de Breves, Olena Machado, agradeceu ao TCM-PA pela oportunidade de participar do projeto e completou dizendo que a “gestão é compromisso, todos que fazem parte da gestão deveriam participar. Trazer formação, capacitar os gestores é de suma importância. Acredito que cada um de nós, que temos compromisso com a gestão pública, deveríamos participar e nos comprometer principalmente com a prestação de contas”, afirmou.
 Ao comentar sobre o CAPACITação, o prefeito de São Sebastião da Boa Vista, José Hilton Lima, agradeceu ao Tribunal pela ação e disse que o projeto “é muito importante, para termos um melhor direcionamento e conseguirmos caminhar na direção certa”.
 Até o momento, o projeto do TCM-PA já atendeu 87 municípios e 1.970 jurisdicionados. o CAPACITação tem apoio do Ministério Público de Contas dos Municípios do Pará (MPCM), Tribunal de Contas do Estado (TCE), e da Assembléia Legislativa do Pará (Alepa).

Fonte: TCM.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

GURUPÁ: DETRAN REALIZARÁ ATENDIMENTO ITINERANTE

Nos dias 23 e 24 de setembro (sábado e domingo), o atendimento itinerante do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) chegará ao município de Gurupá (no Arquipélago do Marajó, onde haverá apenas a primeira fase do processo de habilitação, que inclui exame médico e psicotécnico para candidatos à primeira habilitação.
 Novas normas - Os candidatos à primeira habilitação no interior do Estado precisam ficar atentos às novas normas estabelecidas para a aquisição da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) provisória. É preciso marcar o atendimento na Ciretran local ou pelo site do Detran. O candidato também precisa comparecer na data marcada para o exame já com o boleto pago. Na primeira fase é exigida a captura de imagem e biometria. Nas Ciretrans onde esta tecnologia ainda não está disponível, a equipe volante estará no município um dia antes, a fim de cumprir o que determina a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Em Gurupá, onde ainda não há agência, o Detran garantirá o suporte para que esse atendimento seja feito momentos antes do exame. A coordenadora do Núcleo de Ciretrans do Detran, Giselle Sanjad Maués, assegurou que o cronograma de atendimentos itinerantes será mantido até o final do ano. “Há uma demanda muito grande no interior do Estado por esse serviço”, informou. Um exemplo dessa grande procura ocorreu no município de Cametá, na Região do Baixo Tocantins, no último final de semana, quando 250 pessoas marcaram o atendimento, porém mais de 500 compareceram para fazer os exames.

ANAJÁS: PRODUTORES DO MARAJÓ QUEREM A REATIVAÇÃO DO PROJETO DE SERINGUEIRA

Os produtores de seringueira do Marajó querem o apoio do governo do Estado para conseguir recursos federais com o fim de viabilizar a produção de borracha na região.
O Programa de Desenvolvimento da Cadeia Produtiva da Seringueira poderá ser reativado no Pará. Esse é o anseio dos produtores do Marajó que estiveram nesta terça-feira, 19, na Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), com o secretário Giovanni Queiroz. Eles querem o apoio do governo do Estado para conseguir recursos federais com o fim de viabilizar a produção de borracha na região.
 O programa da Sedap, que chegou a ser incluído no plano federal de Desenvolvimento Territorial Rural, começou em 2013 no município de Anajás, mas parou no ano seguinte por causa da mudança de governo e de prioridades.
Hoje os produtores querem a reativação dos seringais nativos do Marajó, que possui 30 milhões de árvores em seis municípios, 10 milhões só em Anajás, onde será desenvolvido o projeto piloto com produção de borracha, açaí e essência de óleos vegetais.
 A área para o plantio já está pronta, mas não tem a estrutura necessária para absolver a produção de borracha e precisa de uma pequena agroindústria para beneficiar o açaí e extrair o óleo vegetal. O programa já cadastrou duas mil famílias de produtores, 400 só na área de seringueira. Cada um tem capacidade para produzir meia tonelada de borracha por mês, mas o projeto está parado por falta de comprador.
 “A produção tem mercado garantido porque o Brasil importa 160 mil toneladas de borracha anualmente da Malásia e Indonésia”, informou o agrônomo Paulo Soares, da Federação Agropecuária do Pará (Faepa), que assessora a prefeitura de Anajás. O secretário de Agricultura do município, Ozemar Alves, disse que “o projeto é a esperança de crescimento de Anajás, que tem 90% da população de 30 mil habitantes abaixo da linha de pobreza”.
 O secretário Giovanni Queiroz vai tentar viabilizar linhas de microcrédito no Banco do Estado Pará (Banpará) para atender os produtores e sugeriu também os recursos do Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf-Floresta), “mas é preciso que os agricultores estejam adimplentes junto às instituições financeiras para recuperar o crédito bancario”, alertou.

Fonte: Agência Pará

OPERAÇÃO "RIO SEGURO" COMBATE A AÇÃO DE PIRATAS NO RIO TAJAPURU

A Superintendência Regional do Marajo Ocidental e CPRXII, sensíveis ao aumento dos casos de roubos a embarcação promovidos por organizações criminosas conhecidos por piratas realizou hoje operação RIO SEGURO no objetivo de identificar e desmantelar tais criminosos.
A equipe da Polícia Civil, comandado pela Superintedente Vanessa Macêdo, escrivao Wesley, Investigadores Paulo Aragao e Augusto Raulino e GTO, comandado pelo Sgt Costa, e integrada pelo SGT CARDOSO, Cabo Alves e Soldados Deyviso, Alessandro e Gama, embarcaram na EAT 01 e saíram em direção ao principais rios que são alvos das quadrilhas.
No Rio Tajapuru recebemos denúncias importantes de ribeirinhos, que mesmo amendrontados pela periculosidade e destemor dos piratas, não exitaram em apontar os integrantes da organização criminosa que atua no Estreito de Breves, liderada pelo nacional Eduardo Custodio, pirata de alta periculosidade, conhecido pela pratica de roubos a embarcação, sendo preso e processado várias vezes pelos mencionados crimes.
Foi efetuado levantamento preciso de onde estava escondido parte do material oriundo do roubo a balsa Bertolini, praticado pela quadrilha de Eduardo, apurando-se que os principais integrantes são Eduardo Guimarães Custodio, Taíso Pena Vieirae Elton Costa Rodrigues,vulgo Mãozinha, os quais estariam usando casas de familiares para esconder o material ainda não vendido.
A primeira residência a ser abordada foi do pai de Taiso, Nilton Pena Vieira, efetuando buscas na mata adentro, localizando um "Taipiri" que havia vultosa quantidade de caixas de panela da marca Brilux, roupas ainda embaladas em sacos plásticos e motores rabudos, motivo pelo qual efetuou a detenção de Nilton e Nelson Soares, cunhado de Taiso.
A segunda casa abordada foi da esposa de Elton, vulgo Mãozinha, Sra Iraci Raposo Viana, localizando-se muitas panelas novas da marca brilux, ocasião em que a mencionada mulher confessou que eram oriundas do roubo, efetuando-se também a detenção da aludida nacional Direcionou-se para a casa do pai de Eduardo, local em que estaria escondida as armas utilizadas no crimes, bem como as embarcações que serviam para abordar as embarcações, sendo que quando a EAT se aproximou da mencionada casa deparou-se com Eduardo, o qual, ao perceber a presença policial, prontamente evadiu-se, embrenhando na Mata, ficando no local somente Raimundo Custodio, pai do assaltante.
Na mencionada casa foi localizado vultosa quantidade de roupas novas ainda embaladas em sacos plásticos, 01 espingarda, 01 munição intacta de calibre 38 e a quantia de R$17.340,00 (dezessete mil, trezentos e quanta reais), além de motores rabudos, motivo pelo qual efetuou-se a detenção do aludido senhor. Apesar das incursões efetuadas na mata adentro não obteve êxito na detenção de Eduardo, Taiso e Elton.
O material apreendido e pessoas detidas foram trazidos para Gurupa, cidade mais próxima, para as providências pertinentes. Amanhã as diligências continuam no objetivo de apurar outros roubos a embarcação.

Fonte e foto: Amaury Silveira

terça-feira, 19 de setembro de 2017

GURUPÁ: TRIPULANTE DE EMBARCAÇÃO É BALEADO DURANTE ASSALTO

O tripulante baleado recebendo os primeiros socorros. (Foto: Branco Bello)
Na tarde de ontem, 18, por volta das 14h, a embarcação tipo empurrador, Anthurin (Balsa 57), foi abordada por dois assaltantes em frente a cidade de Gurupá.
De acordo com o comandante da embarcação, Maximiano Batista, os elementos após rederem a tripulação, foram surpreendidos por seguranças contratados pela empresa de navegação. Durante a ação, os bandidos efetuaram disparos com arma de fogo (espingarda), atingindo no peito e na coxa direita, o tripulante Marcos Wilson Passos Gonçalves. Diante da reação dos seguranças, os marginais fugiram em uma embarcação, tipo ‘rabeta’, porém, por conta dos disparos feitos pelos seguranças, a embarcação afundou, e os mesmos conseguiram empreender fuga nadando para margem do rio Amazonas.
Assim que foram avisados, por volta da 15h, a Polícia Civil e Militar de Gurupá, partiram em busca dos assaltantes, mas, não lograram êxito, até o momento. A vítima baleada, foi encaminhada para o Hospital Municipal de Gurupá, e após os primeiros socorros, foi encaminhada para o Hospital Regional de Breves. Não foram ainda, divulgadas informações oficiais sobre o estado de saúde do tripulante. A Polícia investiga o caso.

Fonte: Dailton Palheta.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

PROJETO DE LEI PROPÕE A CRIAÇÃO DE BATALHÃO DE FRONTEIRAS DA PM NOS RIOS DO PARÁ

Garantir mais segurança à navegação nas fronteiras dos rios do estado do Pará, é a proposta do Projeto de Lei 49/2016 de autoria do deputado estadual Ozório Juvenil. Pela proposição, o parlamentar sugere ao Poder Executivo, a criação do 1º Batalhão de Fronteiras da Polícia Militar a ser instalado no município de Breves, no Marajó, para combater as ações criminosas com incidência no Estreito de Breves que interliga, por meio de canal fluvial, os estados do Pará, Amazonas e Amapá.
Pelo Projeto Indicativo, o autor propõe que o 9º Batalhão sediado na cidade de Breves, seja transformado em 1º Batalhão de Fronteiras, desde que sejam feitas as adequações necessárias para realizar o enfrentamento aos crimes de tráfico de drogas que passam pelos rios e combater a ação de piratas em barcos na região.
 O Estreito de Breves é um caminho por onde passam embarcações de pequeno, médio e grande porte. É neste caminho onde acontecem muitos ataques de piratas. Os alvos principais são embarcações que transportam alimentos, botijões de cozinha e produtos eletrônicos. Além de roubar as cargas e os pertences dos passageiros, os piratas agem com violência e, em alguns casos, praticam crimes de exploração sexual.
 “Considerando a extensão geográfica e o perigo que os rios apresentam para a população que vive sofrendo com o ataque de piratas, sugerimos esse projeto para garantir o patrulhamento mais ostensivo em regiões perigosas, como é o caso do Estreito de Breves”, justifica Ozório Juvenil, autor do projeto. O deputado acrescenta ainda que “ precisamos de mais ações que tragam segurança aos trabalhadores e aos passageiros da navegação fluvial na região norte. A população e as empresas de navegação cobram essas ações”, disse.
 Para ele, um dos maiores desafios dos órgãos de segurança é o de traçar um debate mais amplo sobre o tema e buscar compreender a atuação do narcotráfico, de forma que busque resgatar a cidadania de muitos jovens envolvidos nesse tipo de crime.
 NÚMEROS - Segundo registros da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas, mais de cem casos envolvendo furtos, roubos e latrocínios – roubo seguido de morte - foram identificados no canal fluvial entre 2014 a 2015. Em março de 2014, uma embarcação foi abordada por piratas e o chefe de máquinas reagiu e foi morto a tiros no Estreito de Breves.
 LEI - A propositura foi elaborada com base na Constituição Federal, em seu artigo 24 e incisos, que determinam ser competência da União, dos Estados e ao Distrito Federal, legislar concorrentemente sobre florestas, caça, pesca, fauna, conservação da natureza, defesa do solo e dos recursos naturais, proteção do meio ambiente e controle da poluição. O Projeto já foi encaminhado para apreciação do governador.
Texto: Mara Barcellos/ALEPA

domingo, 17 de setembro de 2017

SSBV: FESTIVAL "PANIS ET CIRCUS"

Trago ao palanque o cometário deixado na postagem "PMS Humilhados pela Prefeitura"


"Estive em São Sebastião da Boa Vista em decorrência do Festival do Açaí. Quando me deparei com a estrutura montada,  veio a minha mente a histórica frase de "Panis et circus" proferida pelos romanos para construção do Coliseu. 
Ora, um município com tantas demandas e prioridades, porque motivos o prefeito, que é evangélico, usou uma estratégia tão antiga ? Será que a negação propositada a população para que a mesma não se revolte com tanta corrupção, dando o circo para o povo?. Qualquer que seja a estratégia, esta vai na contramão de qualquer cartilha de gestão nesses dias tenebrosos de cofres vazios, Mais uma vez a população hipnotizada fica ao largo de uma administração responsável que busque as melhorias do município. Quando os acéfalos comandam, mais fácil não ousar e sim usar uma prática milenar, porem tome cuidado o Império Romano caiu e o coliseu ruiu"

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

"PIRATA" MORRE EM CONFRONTO COM POLICIAIS EM IGARAPÉ-MIRI

Imagem; AGPA - 
No início da manhã de hoje (07/09), morreu na troca de tiros com policiais civis e militares, um “pirata” conhecido pelo apelido de "Rico". A polícia ainda está identificando o nome do assaltante junto aos familiares.
Segundo o Grupamento Fluvial da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, o criminoso integrava uma quadrilha que há algum tempo aterrorizava os moradores de áreas ribeirinhas da cidade de Igarapé- Miri, localizada no nordeste do Pará.
Rico estaria na companhia de "Joso" e "Bena", irmãos e comparsas nas ações de pirataria. No último dia 3, o trio disparou contra uma lancha da Companhia Fluvial, utilizada nas buscas para localizar o grupo criminoso. O projetil perfurou o casco e, por sorte, acabou se alojando em uma touca que se encontrava no bolso de um policial militar. Ele nada sofreu.
Rico foi alvejado no momento em que resistiu à prisão. As buscas foram iniciadas no início deste mês após denúncias anônimas. O grupo estava escondido numa área às proximidades do rio Japiim. Joso e Bena conseguiram fugir do cerco. Apesar de ser levado ao hospital de Igarapé- Miri, Rico não resistiu ao ferimento. O corpo foi encaminhado à unidade Centro de Perícias Científicas “Renato Chaves”, em Abaetetuba.
Na ação de combate à pirataria, em Igarapé-Miri, foi montada uma força-tarefa composta por agentes da Delegacia de Polícia Fluvial, Companhia Fluvial da Polícia Militar, Polícia Ambiental e Grupo Tático Operacional da PM que realizava rondas em áreas ribeirinhas de rios como Samaúma, Pindobal e São Lourenço. Essas áreas estavam sendo abandonadas pelos moradores devido à ação dos piratas. Assaltos a embarcações e às residências e até homicídios estão na relação dos crimes praticados por Rico e demais integrantes da organização criminosa.
“Estamos atuando para trazer a paz a esses moradores, observamos a saída deles por conta da ações desses criminosos, mas garantimos a resposta devida e sabendo que o trabalho de combate aos piratas vai continuar”, disse o delegado Arthur Braga, titular da Delegacia de Polícia Fluvial.

Apreensão
Nas residências dos criminosos, os policiais encontraram muitos produtos de roubo como lancha, roupas, eletrodomésticos como televisores, motores geradores, câmeras de segurança, redes de pesca, máquina de açaí e até louças.

Por: Sérgio Chene - SEGUP

PORTEL: FEIRA DE CIÊNCIAS REÚNE PESQUISADORES, ESTUDANTES E RIBEIRINHOS

O evento acontecerá na comunidade Santo Ezequiel Moreno, onde vivem 30 famílias que cultivam 30 hectares de açaí nativo
Cerca de 200 pessoas devem participar, de 7 a 9 de setembro, da II Feira de Ciências da Gleba Acutipereira, realizada pela Associação dos Trabalhadores Agroextratistas do Acutipereira (ATAA) em Portel, no Marajó, com a organização do Comitê de Governança Florestal, do qual o escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) faz parte. Além de agricultores de outras 15 comunidades da Gleba, estarão presentes profissionais da área, pesquisadores e estudantes.
 O evento acontecerá na comunidade Santo Ezequiel Moreno, onde vivem 30 famílias que cultivam 30 hectares de açaí nativo. “Há aproximadamente mais 200 hectares para os quais estamos trabalhando plano de manejo”, aponta o engenheiro florestal da Emater, Milton Costa.
 No dia 8, haverá um intercâmbio para Melgaço, município vizinho, com visita à chamada Casa Sustentável, projeto desenvolvido pelo técnico da Emater Mauro Monteiro. A propriedade reúne experiências de placas solares, sistemas agroflorestais, meliponicultura e banheiro ecológico.

Por Aline Miranda/AGPA

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

BAGRE: MP DISCUTE QUESTÕES AGRÁRIAS E FAZ VISTORIAS EM ESCOLAS

As promotoras de Justiça Eliane Cristina Pinto Moreira (I Região Agrária) e Gabriela Rios Machado (Bagre) participaram de audiência pública realizada pelo Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) que tinha dentre seus objetivos tratar do ordenamento fundiário do Município, de conflitos agrários e políticas de inclusão da produção familiar, tais como a obrigatoriedade do Município aplicar 30% dos recursos recebidos pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) na aquisição de produtos para a merenda escolar oriundos da produção familiar, territórios quilombolas e terras indígenas.
Na ocasião também foi lançada a campanha da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetagri) e STTR: “Não venda sua terra, não venda sua vida”.
No decorrer da audiência vários questionamentos foram dirigidos ao Ministério Público, que pôde prestar esclarecimentos sobre procedimentos em trâmite na Promotoria de Justiça Agrária, com encaminhamentos para o tratamento de conflitos em apuração no âmbito da instituição.
Outra preocupação recorrente diz respeito ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e a aquisição de produtos da agricultura familiar.
A PJ Agrária esclareceu que Bagre é um dos municípios investigados em Inquérito Civil próprio, por constar nos quadros do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação como um Município que tem performance de 0% na última prestação de contas publicada no site do fundo, acerca do cumprimento dos 30% obrigatórios pela lei, estando ao seu lado os municípios de Afuá, Bagre, Breves, Chaves, Marapanim, Mocajuba, Santa Maria do Pará, Santo Antonio do Tauá e São João de Pirabas, os quais não cumprem nem 1% da obrigação legal.
Por esta razão, após a realização da audiência pública as promotoras de Justiça realizaram vistorias em três escolas do município e constataram que em todas estas a merenda escolar restringe-se à produtos industrializados, altamente processados. Nenhuma fonte de proteína in natura vegetal ou animal foi localizada nas escolas, onde existiam tão somente almondegas enlatadas, apesar dos servidores presentes informarem que recebem frango e picadinho. Nenhum produto in natura, tal como legumes, frutas ou verduras foi encontrado, à exceção de uma das escolas na qual existiam cebolas e açaí, este em quantidade reduzida.
Para Eliane Moreira “a situação é extremamente preocupante, em primeiro lugar porque, em tese, estamos perante um descumprimento da Lei, mas a maior preocupação é com a vulneração da saúde nutricional das crianças e adolescentes atendidos pelas escolas, que certamente não estão tendo o seu direito de acesso aos nutrientes básicos para seu desenvolvimento saudável assegurado. Deve-se ressaltar, ainda, que a ausência de observância da aquisição de produtos oriundos da agricultura familiar impede a geração de renda e absorção da produção local, desrespeitando os direitos de agricultores e agricultoras familiares de acessarem o mercado institucional representado pelo PNAE”.
Após a lavratura do termo de vistoria realizada, a Prefeitura Municipal de Bagre será novamente notificada para manifestar-se, e a situação constatada será levada ao conhecimento do FNDE e ao Ministério Público Federal, por envolver recursos federais, independente da adoção de medidas cabíveis por parte do MPPA.

Texto: Promotoria Agrária da I Região
Edição: Assessoria de Comunicação

sábado, 2 de setembro de 2017

SSBV: PMs HUMILHADOS PELA PREFEITURA

O casebre disponibilizado pela PMSSBV aos PMs
O Festival do Açai de São Sebastião da Boa Vista, no Marajó, um dos eventos mais esperados por toda a região das ilhas, começou ontem (01).
Para garantir a segurança dos milhares de turistas e nativos, a Policia Militar do Estado do Pará enviou reforço, mas em contrapartida a Prefeitura de SSBV e o prefeito Hilton Lima, do PSDB, agradeceu de forma vexatória o apoio,  alojando os praças em condições precárias.
A Associação de Cabos e Soldados da PM e BM do Pará lançou nota repudiando a forma que estão sendo tratados no município.

NOTA DE REPÚDIO AO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE SÃO SEBASTIÃO DA BOA VISTA!
 É repugnante a forma como os nossos Policiais Militares são tratados e desrespeitados por grande parte dos comandantes e autoridades políticas em nosso Estado. Observa-se pelas imagens, o mínimo que deveria ser garantido a esses homens, como um local apropriado para o repouso, alimentação e necessidades básicas não foi oferecido. A esse local insalubre e totalmente improvisado, foi chamado de "alojamento" pelo prefeito do município de São Sebastião da Boa Vista, o qual solicitou o apoio da Polícia Militar durante três dias para a cobertura de um evento na cidade afim de garantir a segurança e ordem da população. A exigência aos Policiais é da garantia da segurança no evento durante toda a noite até as sete da manhã durante as 72 horas. Não podemos aceitar a maneira abusiva e deprimente na qual os nosso companheiros de farda estão sendo submetidos. É inadmissível o Comando da Polícia Militar do Estado do Pará aceitar tais condições degradantes de serviço na qual sua tropa encontra-se submetida.
 Att. Diretoria União e Justiça - ACSPMBMPA
 Pres. CB F. Silva
Vice SD Cristina

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

GURUPÁ: MP RECOMENDA CONTROLE NO ACESSO A BARES E CASAS NOTURNAS

Os proprietários e responsáveis pelos estabelecimentos onde são realizados os bailes, boates e promoções dançantes ou são comercializadas bebidas alcoólicas, tem o dever de coibir a venda, o fornecimento e o consumo por crianças e adolescentes nas suas dependências. Para garantir o cumprimento de portarias já expedidas pelos órgãos competentes, o Ministério Público do Estado do Pará, por meio do promotor de justiça de Gurupá, David Terceiro Nunes Pinheiro, recomenda aos proprietários desses estabelecimentos, que efetuem um rigoroso controle de acesso a esses locais locais de diversão, de modo que não seja permitido o ingresso de crianças e adolescentes desacompanhados dos pais ou responsável legal.
"O descumprimento das disposições das portarias judiciais, a título de dolo ou simples culpa, importa, em tese, na prática de infração administrativa, sujeitando o proprietário do estabelecimento ou responsável pelo evento a uma infração de 3 a 20 salários de referência por cada criança ou adolescente encontrada irregularmente no local", ressaltou David Pinheiro.
O controle deve ser efetuado mediante a apresentação dos documentos de identidade da criança ou adolescente e de seus pais ou responsável, bem como, neste último caso, dos respectivos termos de guarda ou tutela. E caso haja a falta de documentação ou dúvida quanto à sua autenticidade, o acesso não deve ser permitido.
"Os proprietários dessas casas de diversão devem também se abster da venda de bebidas alcoólicas a crianças e adolescentes e afixar em local visível um cartaz que contenha essa proibição", disse o promotor no documento.
Se necessário, o Ministério Público tomará as medidas judiciais cabíveis para assegurar o fiel cumprimento da recomendação.

 Veja aqui a recomendação na íntegra.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

PORTEL: VÔLEI DA ESCOLA ABEL NUNES DE FIGUEIREDO REPRESENTARÁ O PARÁ NOS JOGOS ESCOLARES DA JUVENTUDE

No vôlei, os meninos de Portel da Escola Municipal Abel Nunes de Figueiredo (foto) surpreenderam e no quinto set conseguiram vencer a equipe de Belém do Colégio Santa Rosa.
O Pará já tem os seus representantes para a categoria A (12 a 14 anos) dos Jogos Escolares da Juventude, que serão realizados em Curitiba no período de 12 a 21 de setembro, sendo o maior celeiro de atletas Olímpicos do país, onde serão disputadas modalidades individuais (atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa e xadrez) e coletivas (futsal, handebol, basquete e vôlei). Neste domingo, 20, no município de Abaetetuba, foram selecionados os representantes das modalidades coletivas, os finalistas mostraram muita força e garra, o que fez das finais algo bem emocionante. No vôlei, os meninos de Portel, da Escola Municipal Abel Nunes de Figueiredo, surpreenderam com muita garra e no quinto set conseguiram vencer a equipe de Belém do Colégio Santa Rosa. O time do Marajó ficou muito feliz pelo título inédito e pela importante conquista de uma escola municipal do interior, mostrando que o esporte estudantil de qualidade está avançando e chegando em todos os cantos do Pará, em função de uma política efetiva e eficiente sobre desporto escolar que vem sendo realizada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) por meio do Núcleo de Esporte e Lazer (NEL) e com total apoio das prefeituras. “Está sendo maravilhoso tudo isso para nós, nunca o nosso município havia conquistado uma etapa estadual e, principalmente, contra uma escola como a Santa Rosa, que tem muita força no vôlei. Estamos conscientes que a etapa nacional não será fácil, mas vamos treinar muito para fazer um bom campeonato e trazer os melhores lugares para o estado do Pará, e para isso contamos com o empenho e apoio dos nossos professores”, declarou Luiz Otávio Amaral, 14 anos, capitão da equipe de Portel.

Fonte: Agência Pará

quarta-feira, 19 de julho de 2017

SESC BOULEVARD APRESENTA O DOCUMENTÁRIO "MARAJÓ DAS LETRAS"

O projeto Letras que Flutuam apresenta o resultado do mapeamento de abridores de letras no arquipélago do Marajó, apoiado pelo Programa Rumos, do Itaú Cultural (2015/2016). A pesquisa originou o documentário "Marajó das Letras", sobre os artistas de 6 cidades marajoaras - Breves, Curralinho, São Sebastião da Boa Vista, Ponta de Pedras, Salvaterra e Soure.
 Após as expedições de mapeamento (2016) e filmagens (2017), a expedição de exibição finaliza em Belém, após passar pelas cidades do Marajó na 1ª quinzena de julho, com sucesso de público.
 O evento contará com a presença de 6 artistas mapeados: Ramito e Miro (Breves), Carlos e Pororoca (Ponta de Pedras), Odir (Soure) e Rossinhe (Curralinho).
 O doc revela esses artistas e outros que se expressam por meio de diferentes estilos e técnicas de pintura, tradicional e moderna, afetando a paisagem ribeirinha. A importância desse ofício para a visualidade amazônica é atestada por pesquisadores importantes como João Meirelles, Paes Loureiro, Agenor Sarraf e Edna Cunha Lima, que participam do documentário.
 Venha conhecer as histórias dos artistas que imprimem seu estilo nas embarcações que cruzam os nossos rios. A programação é imperdível!

Sábado, 22 de julho, às 16hs, no SESC BOULEVARD.
 SESSÃO EXTRA: 25/07/17, terça-feira, 18h -

Continue lendo....

SALVATERRA: MP CONSTATA IRREGULARIDADES EM MATADOURO

O promotor de Justiça de Salvaterra, José Ilton Lima Moreira Júnior, realizou nesta 3ª feira (18), vistoria no Matadouro Municipal de Salvaterra. A visita teve como objetivo colher informações para a instrução probatória da Ação Civil Pública que já tramita no Fórum do município sobre a interdição do matadouro.
De acordo com a o promotoria de Justiça do município, foram constatadas várias irregularidades, como por exemplo a estrutura do prédio que está em péssimas condições; a ausência de instalações e equipamentos apropriados; a falta de higienização após o abate dos animais; a ausência de uma câmara frigorífica, etc.
"O consumo da carne em condições inadequadas pode levar a população a contrair uma série de doenças como brucelose, tuberculose, dentre outras, podendo inclusive levar à morte.", ressalta o promotor de Justiça, José Ilton.
Segundo o promotor tal fato tem violado diretamente o Código de Defesa do Consumidor (CDC), pois a Política Nacional das Relações de Consumo objetiva o respeito à dignidade, saúde e segurança do consumidor. "Deve ser atendido o princípio de que a ação governamental deve protegê-lo efetivamente por iniciativa direta, pela presença do Estado no mercado de consumo e pela garantia dos produtos e serviços com padrões adequados de qualidade, segurança, durabilidade e desempenho, conforme dispõe o art. 4.º, do CDC".

Fonte: MPPA

segunda-feira, 17 de julho de 2017

BAGRE: ASSALTANTES INVADEM PREFEITURA E ROUBAM R$ 130 MIL

A Prefeitura de Bagre, na ilha do Marajó, foi assaltada na madrugada desta segunda-feira (17). De acordo com informações da Polícia Civil, cerca de R$ 130 mil foram levados pelos assaltantes. O valor era destinado ao pagamento dos funcionários da prefeitura
 A Polícia Civil informou ainda que três suspeitos armados chegaram de lancha na prefeitura, que fica na beira do rio. Ainda não há informações se os vigias do local foram rendidos durante o roubo. Uma equipe da polícia foi destacada para o município para investigar o caso.
 De acordo com informações da Prefeitura de Bagre, o prédio foi arrombado durante a madrugada e o crime, comunicado imediatamente às autoridades policiais.
A prefeitura afirmou também que o caso não interrompeu o pagamento dos servidores e fornecedores, que segue normalmente conforme o cronograma.
 Ainda segundo a prefeitura, apesar dos esforços para transferir todas as movimentações financeiras para as instituições bancárias, a inexistência de uma agência no município inviabiliza algumas transações, o que força a gestão municipal em realizar movimentação de valores em espécie.

Fonte: (DOL)

BREVES: POLICIA CIVIL DEFLAGRA OPERAÇÃO "LAR SEGURO"

A operação resultou na apreensão de um adolescente por ato infracional de lesão corporal e no cumprimento de um mandado de prisão por descumprimento de medida protetiva de vítima de violência doméstica.
A Polícia Civil deflagrou na última quinta-feira (13) uma operação que resultou na apreensão de um adolescente por ato infracional de lesão corporal e no cumprimento de um mandado de prisão por descumprimento de medida protetiva de vítima de violência doméstica, em Breves, na Ilha do Marajó. Realizada por policiais da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) e da Superintendência Regional de Breves, a ação denominada "Lar Seguro" teve por objetivo retirar agressores dos lares na tentativa de harmonizar a convivência familiar. Sob coordenação dos delegados Monike Brasil, titular da DEAM de Breves, e Carlos Olavo Meschede, da Superintendência de Breves, a operação se estendeu por todo o dia.
 Um dos alvos foi um adolescente de 15 anos apreendido em flagrante por ter agredido fisicamente o próprio sobrinho, de 12 anos, deixando a vítima com hematomas nas costas. O crime repercutiu em toda vizinhança, que ficou bastante revoltada. O adolescente foi enquadrado em Auto de Apreensão por Ato Infracional semelhante ao crime previsto no artigo 129, do Código Penal, por lesão corporal. No outro caso, Valmir Marques dos Santos, 38 anos, foi preso, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, por ter descumprido medidas protetivas determinadas pela Justiça ao tentar se aproximar da ex-companheira.
 A delegada Monike Brasil explica que há algum tempo o acusado vinha ameaçando a mulher por não aceitar o fim do relacionamento. Diante disso, explica a policial, a DEAM requereu as medidas protetivas de urgência em favor da vítima. No entanto, Valmir dos Santos desobedeceu a ordem judicial ao tentar manter contato com a mulher. Dessa forma, a Justiça decretou a prisão do acusado que agora vai ficar preso para responder pelo crime. A delegada explica que a solicitação de medida protetiva para mulheres vítimas de violência doméstica pode salvar vidas.
 "Uma vez concedida, se não respeitadas, as medidas protetivas geram a prisão do agressor e seu afastamento compulsório da vítima que por sua vez consegue retomar a rotina em paz", detalha. Ela ressalta que a violência existente entre pessoas com vínculos familiares ou que moram juntas no mesmo local deve ser combatida com prioridade. "Esse tipo de crime afeta não só as pessoas diretamente envolvidas, mas os filhos, pais, irmãos, enfim, toda a família. É uma realidade triste que precisa do apoio do Estado", enfatiza. Monike ressalta que a Polícia Civil vai continuar a realizar a operação Lar Seguro, em Breves, para garantir a proteção às vitimas de violência doméstica.

 Por Walrimar Santos

GURUPÁ VENCE PORTEL E É CAMPEÃ DA COPA MARAJÓ 2017

A Seleção de Gurupá: a grande campeã.
Diante de um grande número de torcedores, a seleção de Gurupá conquistou na tarde deste domingo, 16, o título de Campeã da Copa Marajó 2017(Região da Floresta). Com os gols de Rodrigão e Buchudo, o selecionado gurupaense derrotou por 2 a 0 a seleção de Portel. Agora a equipe de Gurupá, disputará a vaga na Copa Paraense de seleções, que acontecerá no segundo semestre deste ano, em Belém. De acordo com representantes da FPF, os jogos devem ocorrer no estádio Olímpico do Pará (Mangueirão).
A valorosa equipe portelense, vice-campeã.
A Liga Esportiva de Gurupá considerou o evento um sucesso, por conta da presença assídua do público. Segundo os dirigentes da entidade, a renda no estádio e patrocínios, foram fundamentais para honrar com os compromissos. Segundo resumo de prestação de conta publicado na página de Facebook do presidente da Liga, Vereador Davison Palheta, as despesas giravam em torno de R$17.000,00 destacando a contribuição da Prefeitura de Gurupá, no valor de R$ 3.000,00. Finalizando o evento, a Federação Paraense de Futebol, homenageou o desportista, fundador da Liga, Beto Palheta, por relevantes serviços prestados ao esporte. O presidente da FPF, Adelson Torres, parabenizou Liga pela organização do evento, destacando a presença maciça do público gurupaense. A Copa Marajó 2018, será realizada no município de Afuá, confirmam os dirigentes da Federação.


Por: Dailton Palheta(Tribuna do Pará)

domingo, 16 de julho de 2017

PORTEL: PROFESSORES SÃO PRESOS AO TENTAR SACAR R$ 46 MIL COM DOCUMENTOS FALSOS

Foto:  Marcos Onias (RBA)
Os professores Edilson Maia Cordovil e Edilei Serrão de Oliveira, foram presos em flagrantes, na sexta-feira (14), no município de Portel, no Marajó, suspeitos de falsificação de documentos para realizar empréstimos consignados.
A dupla tentava sacar R$ 46 mil.
 A Policia Civil começou a monitorar a dupla após denúncia realizada pelo gerente geral da Caixa Econômica Federal do município de Breves, pois suspeitou dos contracheques e da Declaração de Margem Consignável usado pelos professores.
 Na manhã de sexta-feira, Edilson e Edilei foram até a agência bancária para realizar o saque do empréstimo solicitado, quando policiais civis abordaram a dupla e confirmaram que a documentação era falsa. Ambos foram presos em flagrante e conduzidos para a delegacia.

Fonte: DOL

sexta-feira, 14 de julho de 2017

SSBV: VEREADOR DENUNCIA ABANDONO DE UBS NA ZONA RURAL

UBS  recém-inaugurada está abandonada pela atual gestão. 
Vereador mais votado em 2016 com 681 votos, Noé Castilho, do PSD, tem se revelado um aguerrido combatente à omissão, desleixo e descaso imposto pelo prefeito de SSBV, HIlton Lima, do PSDB, no trato com a coisa pública.
Hoje (14), o vereador utilizou mais uma vez seu perfil no facebook para denunciar o abandono da UBS das Pedras, que está entregue ao matagal,  e sem atendimento
De acordo com o vereador, o prefeito Hilton Lima está largando a administração nas mãos de incompetentes para ir "jogar futebol" com os amigos.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

CURRALINHO: MP SOLICITA SUSPENSÃO DA DISTRIBUIÇÃO DE LIVRO EM ESCOLAS MUNICIPAIS

O Ministério Público do Estado (MPPA), por meio da promotora de Justiça de Curralinho, Nayara Santos Negrão, encaminhou ofício à Secretaria Municipal de Educação solicitando a suspensão temporária da distribuição do livro didático “Enquanto o Sono Não Vem”, de José Mauro Brant, nas escolas públicas municipais, para crianças com faixa etária de 6 a 8 anos de idade. Em resposta ao ofício do MPPA a Secretaria de Educação informou que a distribuição dos mesmos foi cancelada.
De acordo com a promotora de Justiça Nayara Negrão, matéria veiculada em mídia digital diz que o livro apresenta como narrativa um conto, no qual aborda a história de um pai que decide casar com uma das filhas. Ocorre que a situação de crimes sexuais envolvendo crianças e adolescente no âmbito familiar é recorrente no Marajó. “É preocupante a distribuição da supramencionada obra literária para crianças, havendo a necessidade de analisar tecnicamente sua prejudicialidade ou não”, frisa a promotora.
O livro, aprovado pelo Ministério da Educação (MEC), faz parte do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) e seria destinado a alunos de primeiro a terceiro ano. Para a promotora de Justiça, Nayara Negrão, a suspensão temporária da distribuição do livro deve ser mantida até a realização de uma análise técnica.
"O Grupo de Apoio Técnico Interdisciplinar do MPPA (Gati) deverá apresentar um relatório elaborado por um pedagogo, sobre a prejudicialidade da utilização do referido livro", acrescentou Negrão.

Fonte: MPPA

terça-feira, 11 de julho de 2017

SSBV: UFPA VAI OFERTAR VAGAS PARA CURSOS A DISTÂNCIA NO PÓLO UAB

A Universidade Federal do Pará (UFPA) divulgou o Edital do 1º Processo Seletivo Especial de 2017 (PSE 2017-1) nesta segunda-feira, dia 10 de julho, no site do Centro de Processos Seletivos (CEPS) da instituição, pelo endereço www.ceps.ufpa.br. O Edital oferta vagas em cursos de graduação na modalidade de Educação a Distância.
 No total são 800 vagas em turmas novas dos cursos de Administração Pública, Licenciatura em Física e Licenciatura em Química, distribuídas entre os polos da Universidade Aberta do Brasil (UAB) de 14 municípios paraenses: Barcarena, Bujaru, Canaã dos Carajás, Conceição do Araguaia, Dom Eliseu, Igarapé-Miri, Jacundá, Juruti, Marabá, Paragominas, Redenção, Salinópolis, São Sebastião da Boa Vista e Tucumã.
 As inscrições vão do dia 12 de julho de 2017 (a partir das 14h) até o dia 28 de julho de 2017 (até às 17h), horário de Belém, e são realizadas exclusivamente por meio do site do CEPS. O valor da inscrição é de R$ 80,00 e deve ser pago até o dia 31 de julho de 2017, via boleto bancário.
REDAÇÃO
 O Processo Seletivo ocorrerá em uma única etapa. Consistirá de uma redação e uma prova objetiva de 40 questões de múltipla escolha, sendo cinco questões de cada uma das disciplinas: Língua Portuguesa/Leitura, Literatura, História, Geografia, Matemática, Física, Química, Biologia.
 Os conteúdos programáticos são equivalentes aos da Matriz de Referência do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2017. A prova será aplicada no dia 20 de agosto de 2017, no horário de 14h às 18h (horário de Belém), nos polos UAB da UFPA nos quais os cursos serão ofertados.

Fonte: DOL

segunda-feira, 10 de julho de 2017

PORTEL: POLICIAS CIVIL E MILITAR COMBATEM CRIMES NA OPERAÇÃO VERÃO

As ações tiveram como objetivo fiscalizar a situação de bares e locais de festas e combater a venda de bebidas alcoólicas a menores de idade
As polícias Civil e Militar deflagraram, neste fim de semana, operações policiais para prevenir e reprimir o crime em Portel, na ilha do Marajó. As ações tiveram como objetivo fiscalizar a situação de bares e locais de festas, combater a venda de bebidas alcoólicas a menores de idade, verificar a presença de adolescentes em situação de vulnerabilidade e prevenir a poluição sonora e perturbação do sossego público.
 Durante as ações policiais, drogas e duas motos foram apreendidas. Um homem foi preso acusado de roubar uma das motos. A ação policial ocorreu durante a madrugada de sábado (8). Mais de dez estabelecimentos foram fiscalizados e diversas abordagens com revistas de pessoas foram feitas nas ruas e na orla, local de maior aglomeração de público.
 Segundo o delegado Paulo Junqueira, a ação faz parte da Operação Verão, que coloca em atuação policiais civis e militares deslocados de Belém para reforçar a segurança no município durante o mês de julho. A operação foi iniciada no fim de semana passado, e se estende até o último fim de semana do período das férias.
Durante as ações policiais, no sábado (8), drogas e duas motos foram apreendidas. Um homem foi preso acusado de roubar uma das motos.
 Um dos veículos apreendidos em Portel foi roubado por dois homens no bairro Cidade Nova no mesmo dia. Um suspeito do assalto foi preso. O outro veículo foi encontrado em uma casa no bairro Pinho. Uma denúncia anônima levou os policiais civis ao local, que era usado como ponto de tráfico de entorpecentes.
 Nesse local, 27 papelotes de pasta de cocaína foram apreendidos. Dois homens que estariam na casa conseguiram fugir. As investigações prosseguem para localizar e prender os envolvidos nos crimes. 

Por Walrimar Santos/AGPA

quarta-feira, 5 de julho de 2017

PORTEL: PARAENSES PARTICIPAM DE MUNDIAL DE JIU JITSU ESPORTIVO

O faixa roxa Saulo Costa, de Portel, pratica o esporte há doze anos e luta na categoria master 2
Seis atletas paraenses vivem a expectativa de representar o Pará no Campeonato Mundial de Jiu Jitsu Esportivo, o maior evento realizado pela Confederação Brasileira da modalidade (CBJJE), que será realizado em São Paulo. Max Danrley, Saullo Costa, Lorran Lopes, Luanne Souza, Rejane Lobo e Érica Alcântara disputarão a competição com o apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel). A corrida por uma medalha começa nesta quinta-feira (6) e segue até o próximo domingo (9), no Ginásio Mauro Pinheiro.
 O Max Danrley, 21 anos, é faixa marrom e compete na categoria peso pena, até 70 quilos. O atleta, que pertence ao programa Bolsa Talento da Seel e recentemente foi campeão da Copa Mercosul, tem a expectativa de conquistar uma medalha.
 “Vim para São Paulo há um mês para um período de treinamento. Estou me dedicando muito e a expectativa para sair do campeonato levando uma medalha para o estado é grande”, afirmou.
 Saullo Costa, 37 anos, nasceu e mora em Portel, no arquipélago do Marajó. Esta será a primeira vez que um portelense irá participar de um Mundial. O atleta, faixa roxa, que pratica o esporte há doze anos e luta na categoria Master 2, destaca que participar deste evento é importante para o desenvolvimento do esporte no Pará. “Fui campeão brasileiro 2016 e, claro, que quero me sair bem no Mundial, mas também vou atrás de aprendizado. Quero aprender com os lutadores que estarão lá e repassar o que absorvi para os atletas da minha cidade”, comentou.

 Por Adriana Pinto/AGPA

CURRALINHO: MP PEDE A INTERDIÇÃO IMEDIATA DO TRAPICHE MUNICIPAL

A promotora de Justiça de Curralinho, Nayara Santos Negrão, ajuizou Ação Civil Pública com pedido de liminar de tutela de urgência em desfavor do Município, para que seja determinada a imediata interdição do Trapiche Hidroviário Municipal e iniciada obra de reforma e manutenção da edificação, em razão de desgastes severos nos pilares de concreto da edificação, com risco de desabamento.
A denúncia chegou à Promotoria por meio de um ofício encaminhado pela Câmara Municipal de Curralinho, informando as condições estruturais do trapiche com Laudo Técnico de Vistoria e Relatório fotográfico do mesmo.
De acordo com o Laudo Técnico feito pelo engenheiro Civil Sérgio Lima, a estrutura do local está severamente comprometida, necessitando de interdição imediata para realização de obras, pelo fato de uma das colunas estar inclinada à direita, devido ao impacto de navios e balsas nas vigas da parte superior. No documento constam fotos que comprovam a deterioração do local.
“Sem entrar no mérito dos problemas menores, de pintura e estéticos, demonstra-se claramente que as colunas de concreto que suportam as vigas da construção estão em estado de desgaste, representando total insegurança. ”, frisa a promotora de Justiça, Nayara Santos Negrão.
O Ministério Público do Pará (MPPA) solicitou na ação que a Justiça determine à Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura que faça a interdição do trapiche, sob pena de pagamento multa diária no valor de R$ 5 mil e providencie um local provisório para embarque e desembarque de passageiros, até que sejam realizadas as obras de reforma e manutenção.
As obras de reparo do local devem ser iniciadas em até 60 dias, caso contrário a prefeitura poderá pagar multa no valor de R$ 1 mil por cada dia de atraso.
O Trapiche Hidroviário Municipal de Curralinho é único meio saída do município, pois, não há outro transporte. “Essa situação é extremamente preocupante pois trata-se de espaço público, onde existe grande movimentação de cargas e pessoas que, diariamente utilizam o trapiche da maneira que está hoje”, ressalta Nayara Negrão.

Fonte: MPPA