segunda-feira, 13 de junho de 2016

PIRATAS PRESOS PELA PM NO MARAJÓ APÓS ASSALTO DO B/M OLIVEIRA NOBRE


O trabalho de inteligência da Policia Militar desvendou um bárbaro crime em tempo recorde, com o apoio das redes sociais e da comunidade.
Na madrugada do último sábado (11) o barco a motor Oliveira Nobre, de São Sebastião da Boa Vista, foi abordado por piratas quando voltava de Belém para o Marajó.
Policia entro rapidamente em ação.
A ação dos bandidos durou cerca de quatro horas, durante a madrugada. Eles fizeram o raspa nos pertences e dinheiro dos passageiros, na sua maioria, pescadores que voltavam de Belém após terem recebido o seguro defeso. Esta ação dos piratas resultou na morte do  proprietário da embarcação, M da embarcação, Moisés Pantoja,  com um tiro no peito, de forma covarde.

A embarcação foi toda revirada
Ao mesmo tempo, uma operação militar, dos homens do Batalhão Marajó, sob comando do Capitão Correa, ocorria na localidade conhecida como Ponta Negra, no município de Muaná.
Esta operação foi resultado de inúmeras denúncias da população, através de celular, sobre o forte comércio de drogas naquele local. Na incursão, os militares prenderam, logo ao amanhecer, dois elementos com drogas sendo comercializadas.
Eles foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Muaná e sua fotos foram postadas nas redes sociais. O que permitiu o reconhecimento deles, pelas vítimas do assalto ao barco de São Sebastião da Boa Vista.
Dinheiro e drogas foram apreendidos
Ao verem as fotos, os passageiros não tiveram dúvidas que eram integrantes da quadrilha de piratas. O reconhecimento foi comunicado de imediato e os elementos foram logo enquadrados. Esprece se que eles delatem os outros integrantes da quadrilha e o paradeiro do produto do roubo ao barco Oliveira Nobre.

Fonte e Fotos:
Dário Pedrosa

Um comentário:

  1. sou um critico ferrenho da policia militar, mas nesse assalto eles estão de parabens pela boa atuação em desmantelar essa quadrilha de assassinos, muito rapido uma boa resposta para a sociedade, gostariamnos que todos os bandidos fossem presos e mantidos presos, e que o julgamentos deles fossem em são sebastião da boa vista

    ResponderExcluir