segunda-feira, 30 de setembro de 2013

GOVERNADOR E DEPUTADO RECEBEM O PREFEITO DE BAGRE

Dep. Estadual Junior Ferrari, Gov. Simão Jatene, Cledson Rodrigues (Gordo)
O prefeito de Bagre, Cledson Rodrigues,  encontrou na última sexta (27), com o governador Simão Jatene, a reunião foi para tratar da aquisição de equipamentos e inauguração do hospital municipal de Bagre. Cledson saiu da reunião com a garantia de que o hospital será entregue até no máximo o mês novembro. Durante esse encontro, Gordo aproveitei para entregar ao governador algumas demandas e prioridades do n município.  O governador Jatene liberou 5km de asfalto para Bagre, e prometeu atender as outras demandas "Agradeço ao nosso governador Simão Jatene e ao amigo e deputado estadual Jr. Ferrari pela atenção com a população bagrense" conclui Gordo.

APOLOGIA À INCOMPETÊNCIA NAS GESTÕES MUNICIPAIS PARAENSES.

Extraído do Blog Reflexões e Provocações, do Professor Henrique Marinho Branco

Ao ler o jornal O Liberal deste domingo (29/09/13) me deparei com a manchete que tratava sobre as gestões municipais paraenses. A matéria chamava atenção para um dado preocupante: 91% das prefeituras paraenses gerenciam muito mal seus municípios.
O Pará conta atualmente com 144 municípios com a recente emancipação de Mojuí dos Campos, área que pertencia a Santarém, tornando-se o mais novo município paraense. Ou seja, mais de 120 deles tem má gestão. Um dado alarmante, preocupante, liga o sinal de alerta ao nosso desenvolvimento regional.
Uma má gestão municipal trava não só os limites territoriais do município, mas também o seu entorno, ocasionando um atraso regional. Imaginem 91%, em todas as regiões paraenses.
No Marajó, por exemplo, temos 16 prefeituras, raras exceções de desempenho satisfatório ou o reconhecimento de uma boa gestão. Não por acaso, que no arquipélago marajoara temos os piores IDH-M do Brasil. Melgaço lidera o triste ranking nacional.

Continue lendo...

NOTA DO BLOG

Este é um dos entraves para o desenvolvimento de municípios marajoaras. Tem  municipio no Marajó que o secretariado é escolhido por critério familiar ou partidário, ignorando-se a competência do ocupante do cargo. O caso é tão grave, que tem secretário de meio ambiente que é técnico em telefonia celular, e de assistencia social que desconhece LOAS e SUAS...
Assim a "santa chora"...Valei-me, Nazica

domingo, 29 de setembro de 2013

MEGAFRAUDE ESCOAVA MADEIRA DE 52 EMPRESAS

Confirmando informação divulgada semana passada por este jornal – em duas notas da coluna Repórter Diário –, a Secretaria de Meio Ambiente do Estado revelou a descoberta de uma megafraude envolvendo um plano de manejo numa área de cinco mil hectares, no município de Anajás, na ilha do Marajó.
Neste caso do Marajó, a empresa Tecnoflora, recebeu da Sema, no ano passado, autorização para a retirada de 150 mil metros cúbicos de madeira. Segundo José Alberto Colares, secretário de Meio Ambiente, o projeto foi aprovado porque a empresa respondeu a todas as exigências jurídicas, técnicas e fundiárias estabelecidas pela legislação. “Tecnicamente, a empresa estava em situação legal e apta a explorar (o plano de manejo)”, afirmou o secretário.
O problema não aconteceu, portanto, conforme alega o titular da Sema, na aprovação do plano de manejo, mas na sua operação. A empresa, que estava autorizada a retirar e comercializar 150 mil metros cúbicos de madeira, só atuou em cerca de 5% da área, conforme viria a descobrir a fiscalização de campo. E, ainda assim, a pouca madeira retirada da floresta continuava no chão – o que significa dizer que a Tecnoflora não tinha mesmo o propósito de comercializar a sua produção.
Ao invés de fazer isso, a empresa passou a simplesmente vender papéis, procedimento comum na longa cronologia das fraudes relacionadas com a extração ilegal e a comercialização clandestina de madeira no Pará desde a segunda metade do século passado. Esses papéis, as chamadas Guias Florestais, foram abastecer nada menos que 54 indústrias madeireiras, que os utilizaram para esquentar os estoques de madeira de origem desconhecida mantidos no pátio.

Continue lendo---> http://www.diarioonline.com.br/noticia-258125-megafraude-escoava-madeira-de-52-empresas.html?250962473

NOTA DO BLOG:

Isto acontece há décadas e os órgãos ambientais se fazem de cegos. Tem muita "gente graúda" por trás destas fraudes. Enquanto isso nos municípios marajoaras de Breves e Portel, os bolsões de miséria se multiplicam a cada dia. Os impostos provenientes da extração irregular da madeira destes municípios, com certeza diminuiriam os impactos da degradação ambiental e social causada pela fraude.

sábado, 28 de setembro de 2013

CONTAS DO FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE SÃO SEBASTIÃO DA BOA VISTA SÃO REPROVADAS NOVAMENTE PELO TCM

Extraído do Diário Oficial do Estado em 09/09/2013 (link abaixo)

A população boavistense sofre há anos com o péssimo serviço prestados pela Secretaria Municipal de Saúde de SSBV, e isso é resultado da péssima e dolosa administração dos recursos da saúde. Desde 2007 o FMS (Fundo Municipal de Saúde) tem suas contas reprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, provando-se assim, que esta "bola de neve" de má gestão e desvio de recursos só agravou a asituação da saúde do município.
É de conhecimento de todos que o FMS entre 2007 e 2012 foi presidido pelo ex-secretário de saúde e hoje vereador, Del Viana, que, só está hoje com cadeira na Câmara Municipal por conta de recurso impetrado junto ao TCM para validação de sua candidatura em 2012.
Mas, esse povo não pode ser tão submisso.
Del Viana teve as contas reprovadas em 2007 e,  em junho deste ano,  teve as contas também de 2008 reprovadas, ganhando assim o título de bicampeão em má gestão dos recursos da saúde.
Podem anotar, as contas dos outros anos também serão reprovadas,  e o futuro hexacampeão em desvio, improbidade e desleixo com as contas públicas, terá muito o que explicar ao povo que o elegeu pra "resolver" o problema da saúde que ele mesmo causou.

Fonte: IOEPA http://www.ioepa.com.br/diarios/2013/09/09.09.caderno.05.04.pdf

VEREADORES DE BREVES VISITAM O HOSPITAL REGIONAL DO MARAJÓ

A possibilidade de expansão em 40 leitos e a implementação de outras especialidades médicas no Hospital Regional Público do Marajó, localizado em Breves, estiveram entre os temas abordados na última quinta-feira (26) pela diretora executiva do hospital, Cleide Rillo, ao receber uma comissão de vereadores da Câmara Municipal.
Os vereadores visitaram foram conhecer o funcionamento do hospital, que presta atendimento de média e alta complexidade para usuários dos municípios de Breves, Bagre, Curralinho, Anajás, Portel, Melgaço e Gurupá, para resolução dos casos mais graves de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).
A comissão – composta pelos vereadores Wiles Gomes Dias, Flávio Filho, Emerson Souza Câmara, Anderson Batalha Vilas Boas, Francisco Corrêa de Farias Filho, Alexandre Barros, Carlos Alberto Gonçalves Custódio e Vanacy Leão – foi recebida por Cleide Rillo, que apresentou os serviços da instituição com demonstrativos de 2012 e do primeiro semestre deste ano.


Fonte: http://www.agenciapara.com.br/noticia.asp?id_ver=136224

sábado, 21 de setembro de 2013

TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DE SÃO SEBASTIÃO DA BOA VISTA GREVARÃO EM OUTUBRO

A situação da saúde no município de São Sebastião da Boa Vista, no Marajó, deve se agravar a partir de outubro com a possibilidade de greve dos profissionais de enfermagem.
Além das péssimas condições de trabalho e de pagamento de salário abaixo do que foi proposto em edital de concurso público, os técnicos de enfermagem são vitimas de constante assédio moral por parte da gestão da saúde na Veneza do Marajó.
O estado de greve foi deflagrado após a categoria se reunir onde ficou determinado que esta situação não pode mais continuar.
"Se o prefeito não resolver nossa situação, pagando corretamente nossos proventos, entraremos em greve por tempo indeterminado a partir de 01/10", esclarece um representante da categoria,  que para não ser vitima de retaliação, pediu anonimato.
Andando pra frente deste jeito, onde vamos parar?

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

FESTIVAL DO AÇAÍ EM BAGRE: A FESTA VAI COMEÇAR

O Marajó estará em festa entre os dias 20 a 22 de setembro, quando ocorre o Festival de Açaí - Ano XX, no município de Bagre, o evento deve reunir cerca de 20 mil pessoas nos três dias.
Realizado desde 1986, o festival é uma homenagem a um fruto precioso para a região. A vasta área de várzea que cerca o município produz cerca de 50.000 toneladas do fruto. O ponto alto da safra é em setembro, mês do festival.
Bagre é um município marajoara distante 200 km da capital do estado. A população atual, segundo o mais recente censo do IBGE (2010) é de 23.820 habitantes.
Uma particularidade do festival do acaí em Bagre é a vassouarada, na manhã de segunda-feira, após o último dia de festival, turistas e bagrenses se reúnem na arena com vassouras feitas de cachos de açaí, a multidão varre a arena ao som das bandas que animaram o festival em uma grande confraternização. Outra atração do fstival é a “Olimpíadas do Açaí”. As modalidades praticadas remetem a situações do cotidiano do povo ribeirinho, como a corrida de “rabudo”, pequena canoa em madeira com motor, principal meio de transporte dos ribeirinhos. Outra competição é o título de maior bebedor de açaí do festival e, além da corrida rústica do açaí, canoagem e travessia do rio.
A arena sempre lotada.
Escolha da Miss do Festival
O açaí extraido de forma artezanal

SERVIÇO:
 
Festival do Açaí em Bagre.
Dias 20, 21 e 22 de setembro.
facebook.com/prefeiturabagre

SEM BANCO, SEM ESPERANÇAS....

Comentário apócrifo deixado no post "Banco do Brasil inaugura segunda (23) agência em Gurupá"

"Isso é mais uma prova de que realmente o município de São Sebastião da Boa Vista está totalmente desgovernado, de que o prefeito abandonou o município e deixou o mesmo entregue a sua própria sorte, não tendo nenhum empenho em lutar para que seja efetivada a instalação do posto avançado do Banco do Brasil, cujas obras de adaptação feitas no prédio do centro catequético da Paróquia foram concluídas ano passado, com dinheiro do povo trabalhador. É o descaso total do gestor municipal para com o povo boavistense que precisa urgentemente do atendimento bancário desse porte para facilitar e beneficiar o desenvolvimento municipal em todos os sentidos, trazendo melhorias na qualidade de vida de toda população. Enquanto isso vemos os municípios de Muaná (Banco do Estado do Pará) e Gurupá (Banco do Brasil) terem suas agências inauguradas numa demonstração de que os Prefeitos desses municípios estão trabalhando e executando obras voltadas para o bem estar e desenvolvimento de seus munícipes"


IDEFLOR OFERECE OFICINA SOBRE "MERCADO DA FLORESTA E PLANO DE NEGÓCIOS" EM PORTEL

Para informar e capacitar as lideranças das glebas públicas estaduais do município de Portel sobre o valor da floresta, o Instituto de Desenvolvimento Florestal do Estado do Pará (Ideflor) e o Instituto Floresta Tropical (IFT) realizarão, neste final de semana, 21 e 22, na Escola Abel Figueiredo, a oficina Mercado da Floresta e Plano de Negócios.
A ação faz parte do Plano de Desenvolvimento Local de Portel (PDL Portel), projeto que é desenvolvido pelo Ideflor e busca contribuir com o desenvolvimento sustentável de povos, comunidades tradicionais e agricultores familiares (PCTAFs) localizados nas glebas, por meio do ordenamento fundiário e ambiental e incremento de renda, por meio da implantação de Sistemas Agroflorestais (SAFs) e dos planos de uso que foram aprovados nas assembleias gerais, que ocorreram no início do mês, no município. A oficina é direcionada aos lideres comunitários das glebas Acangatá, Acutipereira, Alto Camarapi, Jacaré Puru e técnicos de organizações governamentais estaduais e municipais.
“Na oficina os participantes vão obter informação sobre o valor da floresta e como construírem um cenário para a comercialização de produtos florestais das áreas publicas de Portel”, explica Daniel Francês, coordenador do projeto. O evento contará com a parceria do Instituto Floresta Tropical (IFT), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Escritório local), Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Prefeitura de Portel e Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Portel (STTR).

Fonte: Agência Pará

SEMA/Pa AUTUA EMPRESAS MADEREIRAS NO MARAJÓ

 Madereiras de Anajás, Breves e Portel foram autuadas.

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) bloqueou e autuou a empresa Tecniflora Ltda, estabelecida em Anajás, região do Marajó, e interditou seu Plano de Manejo florestal pelo comércio e utilização de 151.819,33 metros cúbicos de madeira ilegal, advindos de áreas não autorizadas. Outras 54 empresas, de vários municípios paraenses, envolvidas na aquisição dos créditos, foram também autuadas e bloqueadas.
“Este crime ambiental é conhecido por ‘esquentamento de madeira’, que é quando uma empresa utiliza créditos florestais de uma área de manejo florestal autorizada para ‘acobertar’ madeira explorada ilegalmente de outro local, geralmente áreas de florestas exploradas sem autorização ou de desmatamento ilegais”, esclarece o titular da Sema, José Alberto Colares.
A Tecniflora, empresa que teve Plano de Manejo Florestal aprovado pela Sema e obteve uma autorização de exploração florestal com créditos de madeira, começou a ser investigada quando a Diretoria de Fiscalização da Secretaria identificou indícios de uso irregular de créditos florestais.

Continue lendo...

BANCO DO BRASIL INAUGURA SEGUNDA (23) AGÊNCIA EM GURUPÁ

A inauguração da Agência Gurupá acontece apenas duas semanas depois da inauguração do novo prédio da Agência Canaã dos Carajás, no sudeste paraense 


A fachada da nova agência  BB no Marajó.
Na próxima segunda-feira, dia 23 de setembro, o Banco do Brasil vai inaugurar um novo ponto de atendimento no Estado do Pará: a Agência Gurupá. A nova agência vai integrar a Superintendência Regional de Santarém e é mais um prédio com instalações construídas inteiramente dentro do novo padrão de ambiência do BB: moderno, confortável e seguro. 
A população da cidade de Gurupá, no Marajó, terá à disposição, a partir do mesmo dia da inauguração, uma agência do BB para facilitar a vida de todos, estimular o crescimento das atividades produtivas locais e levar crédito, produtos e serviços de qualidade a quem precisa.
O evento de inauguração, que começará a partir das 13 horas, terá presença do Superintendente Regional do BB em Santarém, Marcos Araújo, além de autoridades do poder público municipal, representantes de instituições importantes no município e empresários da região.

Fonte: Larissa Pinto -Assessoria de Comunicação do BB.

sábado, 14 de setembro de 2013

MARAJÓ JÁ TEM COMITÊS PARA ACOMPANHAR INVESTIMENTOS NA EDUCAÇÃO

Foto: Advaldo Nobre - ASCOM/SEDUC
Os investimentos previstos pelo Pacto pela Educação do Pará no Arquipélago do Marajó, a partir de agora, contarão com o controle social. O acompanhamento será feita por dois Comitês Gestores Regionais, um para os municípios da região dos campos, e outro para aqueles localizados na região das florestas. A cerimônia de instalação dos Comitês Regionais do Pacto foi promovida nesta sexta-feira (13), no auditório do Hotel Beira Rio, em Belém. O Pacto pela Educação do Pará prevê investimentos de aproximadamente R$ 1 bilhão, até 2017, por meio de uma operação de crédito, que está em fase de assinatura de contrato.
O Comitê será responsável, entre outras ações, pelo acompanhamento da implementação de programas e projetos do Pacto nas escolas estaduais localizadas na região, e identificação de pontos de atenção, mantendo comunicação direta com o Comitê Estadual do Pacto. O Comitê acompanhará os investimentos previstos no Pacto nos 16 municípios do Marajó: Afuá, Anajás, Breves, Bagre, Cachoeira do Arari, Chaves, Curralinho, Gurupá, Melgaço, Muaná, Ponta de Pedras, Portel, São Sebastião da Boa Vista, Salvaterra, Santa Cruz do Arari e Soure. São cerca de 40 escolas estaduais no Marajó.

Continue lendo...

PROJETO PDL/PORTEL É APROVADO POR MORADORES DE GLEBAS

Comunidades das glebas públicas estaduais do município de Portel, no Arquipélago do Marajó, aprovaram em assembleias gerais os planos de uso do Plano de Desenvolvimento Local do Município de Portel (PDL Portel), projeto do governo do Estado coordenado pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal do Pará (Ideflor). As assembleias foram realizadas nas comunidades das glebas Alto-Camarapi, no dia 06 de setembro; Acangatá, no dia 8; Jacará-Puru, no dia 10, e em Acutipereira, no dia 12 (quinta-feira), com a participação de representantes da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Escritório local), Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e outras instituições.
Durante as assembléias, os comunitários puderam expor suas dificuldades para desenvolver as atividades de caça, pesca, agricultura e extrativismo, e aprovar o documento final do plano de uso, que orienta e regulamenta a forma adequada para a utilização dos recursos naturais, conforme a cultura local, garantindo o uso sustentável.
O plano de uso é fruto dos debates nas oficinas realizadas nas comunidades, pelo projeto PDL Portel, que desde 2011 vem sendo desenvolvido em parceria com a Prefeitura local e do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Portel (STTR).

Continue lendo...

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

PORTEL DISCUTE O PLANO DE USO DOS RECURSOS NATURAIS

A belíssima Portel (foto: Idinor Ferreira)
O município de Portel recebe, entre os dias 6 e 12 deste mês, as assembleias gerais para aprovação do documento de Planos de Uso dos recursos naturais nas glebas públicas estaduais do município - Alto Camarapi, Acangatá, Jacaré-Puru e Acutipereira. O documento vem sendo elaborado pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal do Estado do Pará (Ideflor), juntamente com as comunidades, para a proteção da fauna e flora, buscando contribuir para o desenvolvimento sustentável de Portel. A ação faz parte do Plano de Desenvolvimento Local de Portel (PDL Portel), projeto que é desenvolvido pelo Ideflor e vai beneficiar cerca de 1.500 famílias no município. “O PDL Portel busca promover o ordenamento fundiário e ambiental, com incremento de renda e uso sustentável da floresta, por meio de Sistemas Agroflorestais (SAFs) e com a implantação dos planos de manejo comunitário naquele município”, explica Daniel Francez, técnico do Ideflor e coordenador do projeto.
As glebas totalizam 272 mil hectares e foram destinadas ao uso sustentável por povos, comunidades tradicionais e agricultores familiares (PCTAF), por meio do Decreto nº 579, de 30 de outubro de 2012, que assegurou a afetação das áreas para o desenvolvimento do PDL, além de reservar cerca de 500 mil hectares para fins de ordenamento fundiário e ambiental.
O PDL Portel vem trabalhando em cima do decreto que permite a criação dos planos de manejo florestal comunitário. “Após a aprovação dos planos de uso dos territórios, serão feitos os planos de manejo e implantação de SAFs nas comunidades e o Iterpa fará os cadastros das famílias”, conta Francez. Na ocasião, a própria comunidade poderá contribuir com as regras que serão destinadas às atividades de caça, pesca, agricultura, extrativismo, moradia e limites de respeito, monitoradas pela comissão de plano de uso da comunidade.
A ação contará com a participação de todas as pessoas interessadas no desenvolvimento sustentável do Marajó, em especial no município de Portel. As reuniões serão realizadas pelo Ideflor em parceria com o Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Procuradoria Geral do Estado do Pará (PGE), Ministério Público do Estado do Pará (MPE), Prefeitura de Portel e Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Portel.

Fonte: Agência
Pará

terça-feira, 3 de setembro de 2013

AVIÃO QUE IA PARA PORTEL CAI EM BELÉM

Um avião CESSNA 206 da Empresa TÀXI AÈREO DOURADO,  que ia para o municipio de Portel, no Marajó, caiu agora há pouco às proximidades da Estrada da Ceasa, em Belém.
O avião transportava valores e dois guardas da empresa PROSSEGUR, que faziam a escolta armada.
Após a queda, o pequeno monomotor que estava com tanque cheio, esplodiu, carbonizando as vítimas.
As vítimas foram identificas como comandante Joaquim Calixto e os passageiros Anderson de Oliveira Conceição e Rosivaldo Rabelo Castro, que são seguranças da empresa Prosegur Vigilância e Transporte de Valores.

POLÍCIA DO PARÁ ----> Ao Alcance de Todos!: NOTÍCIA URGENTE: AVIÃO CAI NAS MATAS DA ESTRADA DA...

POLÍCIA DO PARÁ ----> Ao Alcance de Todos!: NOTÍCIA URGENTE: AVIÃO CAI NAS MATAS DA ESTRADA DA...: AVIÃO CAIU Um avião caiu agora a pouco nas matas da estrada que dá acesso ao complexo da feira da Ceasa, próximo ao conjunto Morada ...

PORTEL: UM PACTO PELA VIDA


segunda-feira, 2 de setembro de 2013

CARAVANA PROPAZ DEIXA PONTA DE PEDRAS E COMEÇA ATENDIMENTO HOJE (02) EM MUANÁ

A Caravana Pro Paz Cidadania deixou neste sábado (31) o município de Ponta de Pedras, no Arquipélago do Marajó, onde esteve por dois dias. Apenas no último dia de trabalho foram mais de 2,1 mil atendimentos nas áreas de saúde; de cidadania, com emissão de documentos - 365 Carteiras de Identidade, 363 CPFs, 188 Carteiras de Trabalho e 261 Certidões de Nascimento, incluindo 549 fotografias, e na área jurídica, com 136 atendimentos.
Esta foi a segunda ação do Pro Paz em Ponta de Pedras – terceira das 11 cidades marajoaras que receberam o mutirão – somente neste ano. A primeira foi a Caravana Oftalmológica, que passou pela cidade em julho, quando registrou cerca de mil cirurgias de correção de catarata e pterígio (carne crescida).
A Caravana oferece atendimento médico nas especialidades de Clínica Geral, Pediatria, Ginecologia, Cardiologia, Neurologia, Endocrinologia, Reumatologia, Urologia e Dermatologia, e exames como eletrocardiograma, preventivo do câncer de colo do útero (PCCU); HIV e Hepatite (testes rápidos); sífilis e PSA (este auxiliar na detecção de alterações na próstata), além de laboratório de análises clínicas.

Continue lendo....