sábado, 31 de agosto de 2013

ESCOLA TECNOLÓGICA DE BREVES PERMANECE INACABADA

A escola tecnológica estadual prevista para ser inaugurada este ano no município de Breves, na ilha do Marajó, teve as obras iniciadas em 2010 e permanece sem conclusão até hoje. A obra, orçada em quase 6 milhões de reais, permanece atrasada e comprometida.
Segundo informações da TV RBA, a escola deveria ter 12 salas de aula, laboratórios, um auditório, refeitório, ginásio e anfiteatro. Iniciada em outubro de 2010, as obras permanecem sem conclusão e abandonadas.
Segundo o vereador Alexandre Barros, as obras pararam há mais de um ano, e os trabalhadores foram transferidos para concluir as obras da primeira unidade prisional do Marajó, entregue em julho deste ano. O professor Wanderlei Castro se indigna: “É frustrante ver que o Estado priorizou outra coisa ao invés da educação.
Essa escola foi prometida há anos e foi interrompida para a construção do presídio”. A TV RBA foi até a 13ª Unidade Regional de Educação, responsável pela região do Marajó, mas não encontrou quem pudesse se pronunciar sobre o assunto.
As obras estariam adiantadas em 53%. De acordo com a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) os serviços na escola técnica de Breves serão retomados este ano e a conclusão está prevista para o fim do primeiro semestre de 2014.
Fonte: MOL - Diário do Pará com informações da RBATV

Nenhum comentário:

Postar um comentário