sábado, 31 de agosto de 2013

IRMÃO DO PREFEITO DE SANTA CRUZ DO ARARI ASSUME CULPA PELA CAPTURA DOS CÃES

O irmão do prefeito de Santa Cruz do Arari, Marcelo Pamplona /PT (foto)), prestou depoimento nesta sexta-feira (30), no Ministério Público do Estado (MPE). Luis Carlos Beltrão Pamplona foi ouvido pelo procurador de Justiça Nelson Pereira Medrado e pela promotora de Justiça Jeanne Maria Farias de Oliveira. O MPE informou que ele assumiu toda a responsabilidade pela captura e envio de 100 cães à região do Francês, na Ilha do Marajó, e que utilizou a infraestrutura da prefeitura para a ação.
De acordo com o MP, Luis Carlos informou que os cachorros foram enviados para a localidade em forma de doação, conforme pedido de um morador daquela região. O pedido para que os cães fossem doados, segundo Luis Pamplona, teria sido feito por escrito. O MP informou ainda que o irmão do prefeito disse que o município estava com superpopulação de cães e colocava em risco a saúde da população.
Ainda no depoimento, o MP disse que Luis negou que os animais tenham sofrido maus tratos e que os métodos de captura utilizados são tradicionais no município. Ele teria ainda creditado a popularização do assunto a uma trama de inimigos do prefeito.
O depoimento do prefeito Marcelo Pamplona foi remarcado pelo MP para quarta-feira (4), na sede do órgão em Belém.

Entenda o caso

A população de Santa Cruz do Arari, na Ilha do Marajó, denunciou à caça a cães que teria sido instituída pelo prefeito Marcelo Pamplona (PT). Segundo os moradores, a prefeitura pagou por cães e cadelas, e os animais apreendidos teriam sido mortos.
Na época, o prefeito reconhece que fez a captura dos cachorros, mas nega que tenha matado os animais: segundo ele, os bichos foram levados para a zona rual do município, já que estariam causando a proliferação de doenças na cidade.
Vídeos registraram cachorros sendo laçados por crianças e levados até canoas, onde foram amontoados no porão da embarcação. Amarrados, os animais aparecem com diversos ferimentos. As imagens mostram ainda vários animais mortos abandonados no rio da cidade.
A Delegacia de Meio Ambiente (Dema), da Polícia Civil, abriu inquérito para apurar o caso. O Ministério Público Estadual (MPE) também instaurou inquérito civil para investigar as denúncias. No documento, assinado pela promotora Jeanne Maria Farias de Oliveira, uma análise preliminar de imagens onde os cães aparecem amarrados e alojados dentro de um barco, podem configurar crueldade com animais, conduta passível de responsabilização civil e criminal.

Fonte: G1

ESCOLA TECNOLÓGICA DE BREVES PERMANECE INACABADA

A escola tecnológica estadual prevista para ser inaugurada este ano no município de Breves, na ilha do Marajó, teve as obras iniciadas em 2010 e permanece sem conclusão até hoje. A obra, orçada em quase 6 milhões de reais, permanece atrasada e comprometida.
Segundo informações da TV RBA, a escola deveria ter 12 salas de aula, laboratórios, um auditório, refeitório, ginásio e anfiteatro. Iniciada em outubro de 2010, as obras permanecem sem conclusão e abandonadas.
Segundo o vereador Alexandre Barros, as obras pararam há mais de um ano, e os trabalhadores foram transferidos para concluir as obras da primeira unidade prisional do Marajó, entregue em julho deste ano. O professor Wanderlei Castro se indigna: “É frustrante ver que o Estado priorizou outra coisa ao invés da educação.
Essa escola foi prometida há anos e foi interrompida para a construção do presídio”. A TV RBA foi até a 13ª Unidade Regional de Educação, responsável pela região do Marajó, mas não encontrou quem pudesse se pronunciar sobre o assunto.
As obras estariam adiantadas em 53%. De acordo com a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) os serviços na escola técnica de Breves serão retomados este ano e a conclusão está prevista para o fim do primeiro semestre de 2014.
Fonte: MOL - Diário do Pará com informações da RBATV

PALMITO CLANDESTINO APREENDIDO EM PORTEL

Na madrugada da última sexta-feira (30) uma equipe de fiscalização da secretaria municipal de meio ambiente de Portel, apreendeu uma pequena embarcação com aproximadamente uma tonelada de palmito que tinha como destino a cidade de Melgaço.
Informações repassadas pelo Diretor de Monitoramento da SEMA/Portel, Gilberto Gama, dão conta que o palmito veio de uma “fabriqueta” no Rio Samauma, afluente do Rio Pacajá, em Portel.
“O produto tinha como destino fábricas localizadas nos municípios de São Sebastião da Boa Vista e Gurupá, que fornecem vasilhames, tampas e rótulos aos pequenos produtores”, ressalta Gilberto.
“Esta prática é comum, fabricas maiores que exportam para o mercado consumidor de outros estados, compram de pequenos produtores da região marajoara”, conclui.
Todo produto apreendido foi encaminhado à sede da SEMA/Portel e posteriormente será doado para alimentação animal, pois, é impróprio para o consumo humano por vir de fabricação em condições insalubres.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

HOMEM FLAGRADO COM COCAÍNA É PRESO EM SSBV

Max confessou que vendia drogas
As polícias Civil e Militar prenderam na quarta-feira (28) Max Martins da Silva, 24 anos, acusado de tráfico de drogas no município de São Sebastião da Boa Vista, no Arquipélago do Marajó. Com ele foram apreendidas 10 petecas de óxi de cocaína, escondida embaixo da roupa, em um plástico colocado dentro de um frasco.
Max confessou ter comprado o entorpecente em Belém, por R$ 150,00, de uma pessoa que não identificou. O preso foi interrogado pela delegada Adriana Magno, e admitiu que vendia drogas na cidade há pouco tempo, para pessoas conhecidas.
Max foi autuado e, conforme a delegada, a prisão contou com a colaboração da população, por meio de denúncias anônimas às polícias Civil e Militar. "As informações ajudam na atuação das polícias, e demonstram a confiança no trabalho desenvolvido no município pela equipe de policiais", ressaltou a delegada.

Fonte: Agência Pará

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

SESSÃO ESPECIAL CONJUNTA IRÁ DEBATER O IDH NO MARAJÓ

Cena do cotidiano em Melgaço/Pa - Pior IDH-M do Brasil
A Assembléia Legislativa do Estado do Pará (ALEPA) e a Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (CINDRA) estarão realizando na próxima segunda-feira (02/09) uma Sessão Especial para debater os Índices de Desenvolvimento Humano apresentados recentemente no Atlas Brasil 2013, documento elaborado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), no qual seis municípios do Arquipélago do Marajó (Afuá, Anajás, Portel, Bagre, Chaves e Melgaço) aparecem posicionados na faixa de “muito baixo” desenvolvimento humano. E, o município de Melgaço apresentou o pior IDHM do Brasil em 2013, calculado com base nos dados do Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) de 2010.
 A sessão especial para debater o IDH do Marajó de forma conjunta, foi solicitada pelo Movimento Marajó Forte (MMF) ao Presidente da ALEPA, Deputado Estadual Márcio Miranda (DEM/PA) e ao Deputado Federal Arnaldo Jordy (PPS/PA), membro da CINDRA.
 Para o coordenador do Movimento Marajó Forte, Ricardo Fialho, a realização da sessão especial “será um momento oportuno para o diálogo e para que a situação de baixo desenvolvimento humano, evidenciados pelos dados do PNUD, seja debatida por representantes do Executivo, Legislativo e, por órgãos responsáveis pela fiscalização da aplicação de recursos públicos. E, também para apontar possíveis soluções para a melhoria desses indicadores sociais na mesorregião do Marajó”.
 Para a sessão especial estão sendo convidados prefeitos, deputados federais, senadores, ministros, Governo do Estado/Secretarias de Estado, Federação das Associações dos Municípios do Pará, Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó, Presidentes de Câmaras Municipais, Vereadores, ONU/PNUD, movimentos sociais e sociedade em geral.

Serviço:
Sessão Especial – IDH Marajó 
Data: 02/09/2013 (segunda-feira) 
Hora: 08:00 
Local: Assembléia Legislativa do Estado do Pará (Auditório João Batista) 


Fonte:  Ricardo Fialho - Movimento Marajó Forte
Movimento suprapartidário que luta pelo Desenvolvimento Sustentável dos municípios do Arquipélago do Marajó.

PREFEITOS SE MOBILIZAM POR MELHORIAS NO MARAJÓ

Dois recados, diretos e incisivos, sem nenhuma margem para tergiversações, marcaram ontem a primeira reunião da coordenação executiva para o Plano de Desenvolvimento Territorial Sustentável do Arquipélago do Marajó. O primeiro, que a população marajoara já chegou ao limite, quer ações efetivas e exige para o arquipélago um tratamento diferenciado e prioritário. O segundo recado, que as discussões sobre o plano, retomadas agora depois de sete anos de inércia quase total, é apenas um crédito de confiança aos governos, uma simples renovação de esperanças.
 Assim se manifestaram, diante de atentas autoridades vindas de Brasília, a presidente da Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó, Consuelo Castro (PSDB, prefeita de Ponta de Pedras), o presidente da Federação das Associações de Municípios do Estado do Pará (Famep), Helder Barbalho. Os prefeitos Sérgio Murilo dos Santos Guimarães (PR), de Muaná, e Getúlio Brabo (PT), de São Sebastião da Boa Vista, se queixaram principalmente da falta de agências bancárias nos municípios da ilha.
Participaram também da reunião os prefeitos de outros nove municípios – Xarão Leão (PMDB, Breves), João Luiz (PT, Soure), Léo Arruda (PT, Curralinho), Marcelo Pamplona (PT, Santa Cruz do Arari), Benedito Vasconcelos de Oliveira Filho, (PSD, Cachoeira do Arari), Eliudo Santos Pinheiro (PP, Afuá), Raimundo Nogueira (PT, Gurupá), Solange Lobato (PMDB, Chaves) e Paulo Ferreira (PP, Portel).

Continue lendo...

MESTRES CARPINTEIROS ADEREM À LUTA CONTRA O ESCALPELAMENTO

O combate ao escalpelamento, acidente que ainda vitima dezenas de mulheres ribeirinhas na Amazônia, principalmente no Pará - e mais especificamente na Ilha do Marajó - ganhou mais um grupo aliado nesta quinta-feira, 29: os mestres carpinteiros, que são responsáveis pela construção de pequenas e médias embarcações utilizadas como principal meio de transporte de quem vive nas áreas onde os rios, furos e igarapés são as únicas 'estradas' disponíveis - que corresponde a 63% dos municípios paraenses.
A adesão dos mestres carpinteiros aconteceu no auditório do Ministério Público do Estado durante o I Encontro de Mestres Carpinteiros do Pará, organizado pelo Governo do Estado do Pará por meio da Coordenação Estadual de Mobilização Social, da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Na ocasião, eles tiveram a oportunidade de conhecer de perto o drama vivido por crianças e mulheres, vítimas de acidentes com escalpelamento, e tomaram conhecimento sobre o que está sendo feito para a erradicação do problema, que este ano já fez seis vítimas. Todas recebem tratamento na Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém.

Continue lendo...

SELEÇÕES DE FUTEBOL DE OEIRAS DO PARÁ JOGARÃO EM PORTEL E SÃO SEBASTIÃO DA BOA VISTA

Sábado (31), as equipes master (35 a 43 anos) e a principal do município de Oeiras do Pará , estarão em Portel para enfrentar as equipes do FABRIL, tradicional clube portelense. Segundo informação do Presidente da Liga Esportiva de Oeiras do Pará, Antônio Carlos (Torete) os atletas oeirenses irão jogar em Portel com apoio da prefeitura e de outros parceiros.
"Na gestão do prefeito Ely Batista, recebemos total apoio para que o esporte amador se fortaleça, inclusive, já existe um diálogo para o resgate
dos campeonatos de futebol organizados pela liga", disse, Antônio Carlos.
A Seleção de Oeiras do Pará prossegue com a série de jogos pelo interior do estado, enfrentando a seleção de São Sebastião da Boa Vista, no próximo sábado, 07 de setembro.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

TUDO PRONTO PARA A 15ª COPA MARAJÓ

o Presidente da FPF. Coronel Nunes, com a diretoria.
Aconteceu na tarde da segunda feira (19) no auditório da Federação Paraense de Futebol, reunião com os representantes e presidentes de ligas da ilha de marajó filiadas à entidade maior do futebol paraense, a pauta foi a realização da 15ª Copa do Marajó, tradicional competição amadora com a participação de 11 equipes. O certame será realizado em duas sedes, o município de Melgaço sediará os jogos entre 19 a 26 de Outubro, o outro município a receber os jogos é Ponta de Pedras entre os dias 02 a 09 de Novembro.
Representantes das Ligas do Interior.
Estavam presentes na reunião o presidente da FPF, Antônio Carlos Nunes de Lima, o vice presidente Adelcio Torres, o diretor do departamento de futebol do interior, Mario Ferreira e seu vice José Maria Nunes, já as ligas presentes foram Portel, Oeiras do Pará, Soure, Santa Cruz do Arari, Curralinho, Melgaço, Gurupá e Ponta de Pedras.
Em breve o Departamento de Futebol do Interior estará publicando o regulamento e a tabela da competição.

Fonte: FPF

SEPAQ DOARÁ ALEVINOS PARA INCENTIVAR A PISCICULTURA EM SÃO SEBASTIÃO DA BOA VISTA

Orientação técnica e doação de alevinos são duas ações que o governo do Estado, por meio da Secretaria de Pesca e Aquicultura (Sepaq), realizará no município de São Sebastião da Boa Vista, no Arquipélago do Marajó, para incentivar a piscicultura. As medidas foram anunciadas pelo secretário adjunto da Sepaq, Edinaldo Vieira Ramos, ao secretário Municipal de Pesca de São Sebastião da Boa Vista, Eraldo Magno, em reunião realizada nesta terça-feira (27), na sede da Secretaria, em Belém.
 Eraldo Magno solicitou à direção da Sepaq apoio para o desenvolvimento da piscicultura no município, com doação de alevinos e visitas técnicas, para beneficiar mais de 5 mil pescadores artesanais. O incentivo à piscicultura seria, segundo o secretário municipal, uma alternativa de geração de renda para as famílias de pescadores no período do defeso, quando a pesca é proibida.
 O secretário informou que 80 famílias já estão cadastradas para trabalhar com criação de peixe em cativeiro. Quarenta poços já foram escavados, mas ainda não foram usados. “Precisamos capacitar essas pessoas, para que comecem a produzir pescado”, disse Eraldo Magno.
 O adjunto da Sepaq garantiu o envio de um técnico da Secretaria ao município, para que possa orientar os produtores sobre a piscicultura, e disse que em um mês serão doados 10 mil alevinos. “Vamos atender ao pedido dos pescadores da região, fazendo o possível para ajudar no desenvolvimento da piscicultura no município”, afirmou Edinaldo Vieira Ramos.

Fonte: Agência Pará de Notícias

PROJETO ARCA DAS LETRAS ATENDE 400 FAMÍLIAS NA ZONA RURAL DE PORTEL

Seis comunidades em Portel, na ilha do Marajó, foram contempladas com o projeto Arca das Letras, que implanta bibliotecas visando o acesso à informação no meio rural. O acervo com cerca de 200 livros, selecionados de acordo com a demanda das famílias, é resultado de projeto elaborado pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater), em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Agrário.
 As comunidades contempladas: São João, Monte Sinai, Menino Deus, São Sebastião, Santa Luzia e Boa Vista, que são atendidas pela Emater em Portel e têm como principais atividades agrícolas a produção de farinha de mandioca e o extrativismo. Ao todo, serão atendidas 400 famílias, além de outras duas mil pessoas que transitam pelas comunidades.
 Para trabalhar com o material, os agentes de leitura que vão atuar nas arcas receberam capacitação específica. Segundo o técnico da Emater Jocimar Mendonça, a expectativa é estimular nas crianças, jovens e adultos o interesse pela leitura. “Já há uma proposta de fazermos mais dez arcas e gradativamente atender todas as comunidades ribeirinhas”, informa.
 Além da Emater e do Ministério do Desenvolvimento Agrário, o projeto tem a parceria da Prefeitura de Portel, veículos de comunicação locais e iniciativa privada. Um empresário patrocinou os seis móveis das arcas e se comprometeu em fazer outros dez para receber as próximas.
 O projeto foi criado em 2003, com o objetivo de beneficiar milhares de famílias de assentados, agricultores familiares, quilombolas, indígenas e populações ribeirinhas, com a implantação de bibliotecas. Os acervos da Arca das Letras são formados por literatura infantil, juvenil e para adultos, livros didáticos, técnicos, especializados e de referência ao exercício da cidadania.

Fonte: Agência Pará de Notícias

terça-feira, 27 de agosto de 2013

VAMOS CORRER, SUMANOS!

PARTICIPE, INSCRIÇÕES JÁ ESTÃO ABERTAS!!!
MAIS INFORMAÇÕES NO DEPARTAMENTO DE ESPORTES!!!
RUA SANTA THEREZINHA EM FRENTE A ROSARIA COSTUREIRA !!!
CONTAMOS COM SUA PRESENÇA!!

Com informações de Antonio Sardinha.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

HOSPITAL REGIONAL DO MARAJÓ TEM 97% DE APROVAÇÃO DOS USUÁRIOS

Pelo menos foi assim que a assessoria de imprensa do Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDHS) respondeu ao blog do Dep. Parsifal Pontes, em postagem repercutida por nós AQUI.
Ironizando a nota da assessoria, o deputado disse que agora quando alguém precisar de atendimento médico de alta qualidade, nem precisa mais ir por Hospital Adventista de Belém ou ao Albert Einsten, em São Paulo, basta pegar um popopô e ir para Breves, no Marajó.

leia mais AQUI

sábado, 24 de agosto de 2013

VEREADOR DE BREVES DENUNCIA "OS" QUE ADMINISTRA O HOSPITAL REGIONAL DO MARAJÓ

Extraído do Blog do Parsifal Pontes

Ontem (23), durante o encontro regional “Unidos pelos Objetivos do Milênio”, na cidade Breves, no Marajó, em seu pronunciamento, o vereador presidente da Câmara de Breves, Labinho de Oliveira (PTB), fez uma grave denúncia: a OS (Organização Social)  INDSH, que administra o Hospital Regional Público do Marajó, recebe por procedimentos médicos hospitalares que não executa.
 Na mesa de autoridades, o secretário Especial de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção, Sidney Rosa, registrou que a INDSH recebe R$ 3 milhões por mês da Secretaria de Estado de Saúde Pública.
O Hospital Regional de Tucuruí, com capacidade de atendimento maior que o do Marajó, não recebe mais que R$ 2 milhões por mês. A diferença é que, em Tucuruí, a gestão não é terceirizada, ou seja, onde a gestão é terceirizada é pago mais para fazer menos.

CASOS DE MENINGITE ASSUSTAM A POPULAÇÃO BOAVISTENSE

A jovem Maria Corrêa: Vítima fatal da meningite em SSBV
Desde o início da semana passada os moradores da cidade de São Sebastião da Boa Vista, no Marajó, vivem um clima de medo por conta dos casos suspeitos de meningite que surgem a todo momento.
Depois do falecimento da jovem, Maria Corrêa (foto), na última segunda-feira (19) no Hospital Barros Barreto, em Belém, vítima de meningite, a população já ficou apreensiva.
No mesmo hospital, uma menina de 08 anos, moradora do Furo Santo Antonio, também estava internada com meningite. 
As informações desencontradas sobre os casos estão levando a população ao pânico.
Jhonatha: Lutando contra a doença
Ontem (23) um jovem estudante da escola João XXII, foi transferido às pressas para a capital com os sintomas da doença.
A Secretaria Municipal de Saúde de São Sebastião da Boa Vista logo se incumbiu de desmentir o possível caso tratando o jovem como quadro de “Pique Hipertensivo”
Hoje (24),o jovem Jhonatan William (foto), teve quer ser levado para a UTI do Hospital, em Belém pois seu quadro agravou bastante. Confirmado mais um caso da doença, a secretaria municipal de saúde tenta abafar o caso, pedindo aos familiares do jovem que não divulguem o verdadeiro quadro dele.
O que será que está acontecendo com os “gestores” deste município?
Deixarão eles que a população fique exposta a contrair esta perigosa enfermidade?
O espaço fica aberto ao secretário, prefeito ou aos seus asseclas para que forneçam uma resposta à população.

Fotos: facebook

Atualizada às 17:15

Agora há pouco, pelas redes sociais, Jhonatha William, deixou uma mensagem para os seus amigos:

Jhonatha Willian, disse: 

Tou triste por td que tá acontendo em minha vida,mais DEUS faz td com sentindo. Tenho fé que vou sair dessa pai... Queria agradecer a tds que me querem bem e torcem por mim ... A doença foi confirmada meningite bacteriana... A minha não e da grave pois ainda xequei a tempo de me tratar melhor..E peço aos amigos,colegas,familiares e tds as pessoas que tiveram contato cmg kso sintam algo procurem médico obrigado.!v.c!

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AFTOSA NO MARAJÓ

A ADEPARÁ-Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará realiza no período de 15 de agosto a 30 de Setembro de 2013 a campanha anual de vacinação contra febre aftosa no Marajó.
A Febre Aftosa é uma doença contagiosa, causada por vírus que se multiplica muito rápido.
Os animais doentes têm aftas na boca, nas tetas e entre as unhas.
A doença é transmitida por animais e materiais contaminados, e também por veículos, equipamentos e pessoas que tiveram contato com o vírus.
Quando um foco da febre aftosa é detectado, o país inteiro perde com isso. Além de adoecer o gado, a febre aftosa ainda traz consequências para o comércio de carne do Brasil com outros países.
É responsabilidade dos produtores e pecuaristas vacinarem seu rebanho ou poderão ser punidos de acordo com a legislação.
Vale lembrar que a vacinação precisa ser comprovada nos escritórios de atendimento da ADEPARÁ até o dia 15 de Outubro.
O pecuarista deve levar a nota fiscal e a relação do gado vacinado.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

O "RALHO" DO BISPO

 Dom José Luiz Azcona ( Foto: CNBB)
Não será nada amistoso o discurso do Bispo da Prelazia do Marajó, Dom Azcona, no Encontro Regional "Nós podemos Marajó! Unidos pelos Objetivos do Milênio", que ocorrerá nos dias 22 e 23, em Breves.
Os representantes do governo federal, deputados, prefeitos e outras autoridades ouvirão um sermão do Bispo. Depois de tantas lutas pra garantir vida digna ao povo marajoara, Dom Azcona vê que todo seu esforço por um PDS/Marajó que realmente funcione, foi em vão. O abandono do “ Velho Marajó” demonstrado nos números do IDH-M (PNUD/ONU), e o caos que diariamente é visualizado por todos, darão munição pra língua afiadíssima do religioso.
Na verdade, o que o povo marajoara não mais aceita é tanto debate. Depois da exaustiva discussão para o Plano Marajó/2006, onde, apenas uma pequena porcentagem saiu do papel, nos deparamos com mais uma rodada de engodo.
 Não queria ter que admitir que o ex-pároco de Curralinho, Marcos Gnato, estava certo quando soltou a célebre frase: - “ Deus criou o Marajó, e o abandonou”

terça-feira, 20 de agosto de 2013

CARAVANA PRO PAZ NO MARAJÓ

Os atendimentos começam dia 24, em Salvaterra. Surpresa é a ausência de Portel e Bagre no cronograma.
A Caravana Pro Paz Cidadania chega, no próximo sábado (24), à ilha do Marajó, com o objetivo de garantir, à população mais carente, o acesso a serviços como emissão de documentos, assistência jurídica e atendimento de saúde. Nesta primeira etapa, o mutirão passa por onze municípios, começando por Salvaterra e Soure. Em seguida, serão atendidas as cidades de Ponta de Pedras, Muaná, São Sebastião da Boa Vista, Curralinho, Breves, Melgaço, Anajás, Afuá e Chaves.
 Em segunda etapa, serão atendidos, até o fim do ano, os demais municípios da região. Esta é a segunda vez que o Pro Paz leva serviços de documentação e saúde ao Marajó. Ano passado, mais de 800 mil atendimentos foram feitos no arquipélago, entre emissão de documentos, atendimento médicos, exames e outros serviços.
 A gerente do Pro Paz Cidadania, Cláudia Vinagre, explica a necessidade do retorno da caravana à região. "Dessa vez, estamos voltando com a implementação do atendimento na área da saúde. Vamos levar nove especialidades. Com isso, a gente desafoga a fila de espera, evita o deslocamento da população até a capital e garante o atendimento necessário", explica.

Continue lendo....

Cronograma da Caravana Pro Paz no Marajó:

Salvaterra: 24/08 a 25/08
Soure: 27/08 a 28/08
Ponta de Pedras: 30/08 a 01/09
Muaná: 02/09 a 04/09
São Sebastião da Boa Vista: 06/09 a 07/09
Curralinho: 09/09 a 11/09
Breves: 13/09 a 17/09
Melgaço: 19/09 a 20/09
Anajás: 23/09 a 24/09
Afuá: 27/09 a 29/09
Chaves: 01/10 a 02/10

EMATER ESTIMULA AGRICULTURA E ASSOCIATIVISMO EM ANAJÁS, PALESTINA E OEIRAS DO PARÁ

Com a liberação dos recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) em curso a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) parte a campo para ajudar a aumentar a produtividade dos agricultores dos municípios de Anajás e Palestina do Pará. Os projetos técnicos para o financiamento junto ao Banco da Amazônia, administrador do Pronaf, também têm a assinatura da Emater.
Em Palestina do Pará, sudoeste do estado, os recursos, que totalizam quase R$ 400 mil, beneficiam 13 famílias agricultoras de oito comunidades rurais e vão fortalecer as cadeias produtivas da mandioca e bovina leiteira. Os projetos alcançam até R$ 21.500,00. Na cadeia leiteira o dinheiro será usado para a compra de matrizes, cerca e mecanização de área. Foram contemplados os Projetos de Assentamento (PAs) Açaizal, Angical, Riomar e Cospel. As áreas estão localizadas até 50 quilômetros da sede do município.
A expectativa da Emater com relação à atividade leiteira, que é a maior expressão econômica do município, é aumentar em pelo menos 40% a produtividade dos animais. Hoje a produção de cada vaca não ultrapassa os oito litros de leite. “A melhoria da qualidade do produto influencia diretamente no preço”, explica Edynam dos Santos, técnico da Emater.
Quanto às famílias que receberão o Pronaf da linha Mais Alimentos, os investimentos serão feitos no sentido de incentivar a cadeia da mandioca, devido à tradição de cultivo. “Estamos trabalhando em um projeto que envolve diversas instituições de governo para a implantação de uma casa de farinha. Em principio, 40 famílias serão atendidas”, afirmou Santos.

Anajás
Em Anajás, no arquipélago do Marajó, os créditos do Pronaf serão empregados pelas famílias ribeirinhas para fomentar a produção de açaí e borracha natural no município. No total, 140 famílias de dez comunidades foram contempladas com recursos que somam mais de R$ 2 milhões, para a melhoria da produção de açaí (principal atividade econômica local) e extração de borracha natural (atividade que está sob orientação da Emater desde 2010 no município).
Nas comunidades de Luciana, Santa Luzia, Purus, Zinco, Anajás Mirim, Padaria, Casa Grande, Jurará e Guajará, cada família receberá R$ 15 mil para investir no manejo de açaizais e produção de borracha natural. Já na comunidade de Bela Vista, cada agricultor foi contemplado com R$ 13 mil para investimento na produção de açaí.
Segundo José Nilton Pereira, engenheiro agrônomo da Emater, a expectativa é a produção de açaí dobre em um período de dois a três anos. “Se hoje cada família produz 400 rasas por hectare/ano, passará a produzir 800, o que representa um aumento de 100%”, estima o técnico. Já com relação à borracha natural a previsão é de alavancar a produção em mais de 100%. “Se agora cada extrativista produz 50 quilos por mês, em dois ou três anos estará produzindo 200 quilos”, afirma.

Cooperativismo
Começou nesta segunda-feira, 19, a oficina de Associativismo e Cooperativismo promovida pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) em Oeiras do Pará, também no Arquipélago do Marajó, com o objetivo de esclarecer o papel das associações e incentivar a criação de cooperativas como forma de fortalecer o sistema produtivo no município. Até a próxima quarta-feira, 25 pessoas da Reserva Extrativista (Resex) Arioca Pruanã receberão treinamento dos técnicos da Emater. A atividade tem a parceria do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio).
Mais de 300 famílias, distribuídas em 27 comunidades, vivem na Resex. A base econômica local é a produção de mandioca, milho, arroz e a fruticultura, com destaque para banana, cupuaçu, bacuri e limão. A Reserva Extrativista também produz açaí e, este ano, deverá extrair entre 10 e 15 mil rasas - volume maior que o registrado no mesmo período do ano passado. “Como já existe uma associação no local, nosso objetivo é levar conhecimento sobre o funcionamento de uma associação, assim como mostrar a base do cooperativismo para que eles se fortaleçam e, futuramente, evoluam para a criação de uma cooperativa”, explica a técnica da Emater Yara Vieira e Silva.

Fonte: Agência Pará

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

RESÍDUOS SÓLIDOS: MUNICÍPIOS PRECISAM ELABORAR PLANOS

Por Claudia Gaia - SEIDURB

Como é de vosso conhecimento os municípios que não elaborarem, até o final deste ano, seu Plano de Resíduos Sólidos ficarão impedidos de receber recursos federais, além de o Prefeito ser processado por improbidade administrativa. Talvez os prefeitos ainda não estejam se dando conta da gravidade da situação. A SEIDURB, através do Programa Plansanear, convida todos os membros da Equipe Municipal de Resíduos Sólidos, nomeada pelo (a) Prefeito (a) a participar, na próxima semana, dias 20 e 21 de agosto , em Capanema, do treinamento teórico e prático para a elaboração do Diagnóstico Municipal de Resíduos Sólidos, através de uma Oficina para a Elaboração do Diagnóstico, a qual inclui o treinamento prático para a execução da Gravimetria, que é um passo técnico importante para todo o Plano. A Gravimetria é a separação e pesagem de todos os tipos de elementos contidos em uma porção de lixo: metal, plástico, papel, vidro, orgânicos e outros, e envolve cálculos percentuais para definir a composição do lixo do município. Este treinamento é importantíssimo para que a equipe consiga fazer a Gravimetria em seu município, bem como para compreender o passo a passo para elaborar o Diagnóstico Municipal de Resíduos. Aproveitamos o ensejo para solicitar a gentileza de enviar para este e-mail a lista dos contatos da equipe de resíduos sólidos, principalmente do coordenador da elaboração do Plano (e-mails e telefones fixos e celulares). Desde já agradecemos. Contamos com a presença de todos os integrantes de cada equipe nomeada pelo Prefeito para elaborar o Plano de Resíduos Sólidos.
Por favor, envie esta mensagem ao coordenador da Equipe Local de Resíduos Sólidos, recomendando que este ligue com urgência para um de meus contatos abaixo. Muito obrigada a todos pela atenção. Abraço.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

CONCURSO NA ÁREA DA EDUCAÇÃO EM BREV ES

O Prefeito Municipal de Breves-PA, no uso de suas atribuições, torna pública a realização de Concurso Público da Prefeitura Municipal de Breves, destinado ao preenchimento de vagas do quadro de pessoal efetivo da Secretaria Municipal de Educação: nível superior, nível médio e nível fundamental completo, mediante as condições estabelecidas no edital de abertura do certame.
O Concurso Público destina-se ao preenchimento de vagas existentes para os cargos/lotação de provimento efetivo, em conformidade com o Anexo I do edital de abertura, mais cadastro de reserva, ficando as admissões condicionadas à disponibilidade orçamentário-financeira da Prefeitura Municipal de Breves, durante o prazo de validade do Concurso Público.


Continue lendo...


Leia AQUI o edital.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

PREFEITO DE MELGAÇO FIRMA CONVÊNIO COM O PARFOR UFPA

A prefeitura de Melgaço, no Marajó, firmou nesta quarta-feira (14) uma parceria com a Universidade Federal do Pará (UFPA) por meio do Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor). A prefeitura solicitou a implantação de turmas do Parfor para investir na qualificação dos professores e melhoria da educação básica do município, que registrou o pior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil.
Em uma reunião realizada na UFPA, o prefeito de Melgaço, Adiel Moura de Sousa, entregou para o coordenador do Parfor, professor Márcio Nascimento, e para o vice-reitor da UFPA, Horácio Schneider, o termo de compromisso da prefeitura, destacando a boa infraestrutura e condições de ofertar o curso na cidade. Também participaram da reunião a coordenadora do curso de Licenciatura em Pedagogia, professora Ludetana Araújo, a coordenadora do curso de Ciências Naturais, professora Lucídia Santiago e o professor da UFPA Agenor Sarraf, assessor do prefeito.

Continue lendo....

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

VIABILIDADE DA UNIVERSIDADE DO MARAJÓ É DISCUTIDA NO MEC

Ricardo Fialho (MMF) e Pedro Barbosa (AMAM) reuniram com representante do MEC, em Brasilia
O secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Paulo Speller, recebeu ontem, na sede do ministério, em Brasília, os representantes do Movimento Marajó Forte, Ricardo Fialho e da Associação dos Municípios do Marajó (AMAM), Pedro Barbosa, para tratar da demanda da criação da Universidade Federal do Marajó. Durante a audiência requerida pelo deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA), os representantes apresentaram ao secretário a demanda, a geografia (peculiaridades regionais), os dados, os indicadores sociais e de educação no Marajó, além do processo, em curso, de mobilização dos atores sociais para concretização desta importante demanda para Mesorregião do Marajó.

Continue lendo...

PORTEL ADERE AO "AMIGO DA CRIANÇA"

O município marajoara é um dos 34 municípios paraense que aderiram ao projeto da Abrinq.

 Nos dias 08 e 09 de agosto, foi promovido, na capital paraense, o primeiro Seminário Regional “Prioridade Absoluta: Um Município para Crianças e Adolescentes”.
O evento reuniu cerca de 50 participantes, entre conselheiros Tutelares e de Direitos, representantes de organizações sociais e técnicos, secretários e prefeitos de municípios da região Norte, que tiveram a oportunidade de assistir no primeiro dia à palestra magna ministrada por Adnam Demachki, ex-prefeito de Paragominas, um dos nove municípios reconhecidos como Destaque Nacional na última edição do Programa Prefeito Amigo da Criança (Gestão 2009-2012). Os gestores presentes também foram convidados a assinar o termo de adesão do Programa Prefeito Amigos da Criança, assumindo o compromisso de garantir e defender os direitos das crianças e dos adolescentes de suas cidades.
Paulo Ferreira, prefeito de Portel.

“Vou batalhar para receber esse título da Fundação Abrinq. Eu entendo que se você melhorar a infância do nosso povo, vai ter um adulto melhor, vai ter uma população mais saudável.” – Paulo Ferreira, prefeito de Portel (PA)

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Parsifal 5.4: Melgaço e Il trovatore

Parsifal 5.4: Melgaço e Il trovatore: Saneamento, educação e saúde não são pontos fortes no Pará, que amarga a 24ª colocação no ranking de desenvolvimento humano do Brasil, mas e...

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

PREFEITO DE BAGRE COBRA MELHORIAS PARA O MARAJÓ

Cledson lobato com Helenilson Pontes e Gilberto Kassab,  aderem ao Movimento Marajó Forte
Aconteceu no ultimo sábado (10), no auditório da Assembleia Legislativa do Pará, o encontro estadual do PSD. Com a presença do presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, e do novo presidente estadual, o vice-governador, Helenilson Pontes, o evento contou com a presença de prefeitos, deputados, empresários e lideranças politicas de diversas regiões do estado.
O prefeito de Bagre, Cledson Rodrigues, aproveitou o encontro para cobrar maior atenção dos governos para o Marajó, o prefeito falou sobre a falta de politicas publicas voltadas para região, quem tem o pior IDH do país, o prefeito solicitou ainda a conclusão do linhão do Marajó, a efetivação imediata do Plano Marajó e a criação da Universidade Federal do Marajó.

Fonte: Diego Pereira - Assessoria de Comunicação/Prefeitura de Bagre

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

CURRALINHO: SERVIDORES DA SAÚDE EM GREVE

Começou ontem (08) e não tem data para encerrar, a greve d servidores dos Hospital Municipal de Curralinho, no Marajó. A atual administração (Léo Arruda/PT e Jonas Reis/PR) os servidores tiveram salários reduzidos, não recebem mais as horas extras.Além disso, não há condições de trabalho com a estrutura oferecida, faltam médicos e medicamentos. Pra piorar, até a insalubridade eles querem tirar dos funcionarios, desobedecendo a lei. O que era inacreditável que acontecesse, aconteceu. A saúde em Curralinho piorou, e muito. Já tem até quem sinta saudades da ex-secretária Kátia Penalber..


AUDIÊNCIAS PÚBLICAS SOBRE IMPACTOS DA RIZICULTURA NO MARAJÓ

Promovidos pelo Ministério Público do Estado e Ministério Público Federal, eventos serão na segunda e terça-feira, em Salvaterra e Cachoeira do Arari 

 Os impactos provocados pela monocultura de arroz no arquipélago do Marajó, no Pará, serão discutidos em audiências públicas agendadas para a semana que vem pelo Ministério Público Federal (MPF) e pelo Ministério Público do Estado (MP/PA). A primeira audiência será na segunda-feira, dia 12, em Salvaterra, e na terça-feira será a vez de Cachoeira do Arari. Toda a população da região está convidada a participar.
A realização das audiências faz parte de investigação conjunta do MPF e MP/PA aberta a partir de denúncias de que a introdução do plantio de arroz no Marajó estaria se dando por meio da invasão de terras públicas e do desmatamento ilegal. A prática estaria colocando em risco o patrimônio socioambiental e arqueológico da região, além de expulsar a população rural para as cidades.
Ainda segundo as denúncias, que atribuem as irregularidades a arrozeiros que atuavam na Terra Indígena Raposa-Serra do Sol, em Roraima, a falta de atendimento à legislação ambiental e o uso excessivo de defensivos agrícolas tem causado danos à fauna à flora, provocando mortandade de peixes, pássaros e animais silvestres. De acordo com informações divulgadas por associações de agricultores, o objetivo da categoria é plantar 300 mil hectares de arroz na região. Por meio de investigações e de audiências públicas, o Ministério Público quer verificar se essa iniciativa vem sendo acompanhada por órgãos ambientais, se esses órgãos estão cumprindo a obrigação de fiscalizar, se procedimentos para licenciamento ambiental estão sendo realizados e respeitados, e quais as dimensões dos impactos existentes e dos previstos.
Além de toda a população, procuradores da República e promotores de Justiça estão convidando para as audiências públicas representantes de organizações governamentais e não governamentais, como prefeituras municipais, câmaras de vereadores, secretarias estaduais e municipais de Meio Ambiente e Agricultura, Secretaria do Patrimônio da União, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Colegiado de Desenvolvimento Territorial do Marajó (Codetem), Instituto Peabiru, Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa) e Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó (Amam).

Serviço: Audiências públicas sobre os impactos dos arrozais no Marajó
Em Salvaterra: 12 de agosto, às 9 horas, na Câmara de Vereadores
Em Cachoeira do Arari: 13 de agosto, às 9 horas, no ginásio municipal de esportes

Ministério Público Federal no Pará
Assessoria de Comunicação

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

PORTEL: CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ - CARTAZ OFICIAL


ANIMAL SILVESTRE É SALVO PELA SEMA/PORTEL

Com informações de Fábio Seabra**

O animal se recupera e será encaminhado ao IBAMA, em Belém.
Na manhã da  quarta-feira (07) foi recolhido um Cachorro do Mato ( Raposinha) pelos Fiscais Ambientais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Portel. A equipe da SEMA/Portel chegou no momento que moradores estavam agredindo animal,  junto com um cão,  causando ferimentos graves no animal silvestre. O animal já foi avaliado pelo Médico Veterinário do município, Nizomar Junior, que o medicou para que melhorasse antes que fosse reinserido na natureza, apos avaliação da  equipe de médicos veterinários do IBAMA.

** Fábio Seabra é Tecnólogo em Gestão Ambiental


quinta-feira, 1 de agosto de 2013

SEDUC COMEÇARÁ SELEÇÃO PARA PROFESSORES DA EJA

Melgaço: Pior IDH-M do Brasil
A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) realizará, no período de 5 a 09 de agosto, o credenciamento destinado ao preenchimento de 507 vagas para professores do Ensino Fundamental e Médio, que ministrarão aulas na modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA), nas áreas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Códigos, Linguagens e Matemática. O credenciamento pode ser feito no site www.seduc.pa.gov.br.
A seleção será realizada pela análise curricular, de acordo com o Edital 001/2013, publicado no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (31).
 A ampliação do número de vagas no Ensino Fundamental e Médio do EJA, na modalidade presencial, visa contribuir para a expansão da oferta do Programa Brasil Alfabetizado, a fim de beneficiar moradores da zona rural, de comunidades quilombolas, povos indígenas e pessoas privadas de liberdade, nas Unidades Prisionais.
 Os municípios contemplados com vagas são Juruti, Acará, Igarapé-Miri, Moju, Faro, Alenquer, Bragança, Augusto Corrêa, Tracuateua, Capanema, Breves, Curralinho, Portel, Anajás, Oeiras do Pará, Tucuruí, Marabá, Redenção, Cachoeira do Arari, Salvaterra, Gurupá, Chaves, Porto de Moz, Cumaru do Norte, Parauapebas, Abaetetuba, Igarapé-Açu, Tomé-Açu, Paragominas, Santarém, Belterra, Oriximiná, São Félix do Xingu, Ourilândia do Norte, Jacareacanga, Altamira, Ananindeua, Belém, Marituba, Santa Izabel do Pará, Mocajuba, Santa Bárbara do Pará, Santo Antônio do Tauá, Castanhal, Santa Luzia do Pará, Viseu, Itaituba, Mocajuba e São Caetano de Odivelas.

Continue lendo...

NOTA DO BLOG
Parece que a divulgação do IDH-M (PNUD 2013) não sensibilizou nem um pouco o governo do estado.
O pior município do Brasil no IDH-M, Melgaço, no Marajó, não será contemplado com a ampliação do numero de vagas. O fato de que o município tem 50% da população analfabeta, não o referenda a garantir esta contemplação. Os governos precisam parar de elaborar políticas públicas para Marajó de dentro de seus gabinetes refrigerados. 
A Coordenadora do Movimento Marajó Forte, Marluth Fialho, é mais uma melgacense indignada com a situação do município. Através das redes sociais ela pede SOCORROOOO! para que alguém ajude seu município

RÁDIO COMUNITÁRIA DE PORTEL FOI A ÚNICA NO MARAJÓ A COBRIR A JMJ

Viola de Jesus em visita ao blog.
Entre os milhares de  profissionais da imprensa credenciados para cobertura da Jornada Mundial da Juventude, evento da igreja católica que aconteceu no Rio de Janeiro até domingo (28), o comunicador popular, Viola de Jesus, da Rádio Comunitária Arucará FM, de Portel, foi um deles.
"Violinha, O transformado para transformar", conseguiu se deslocar ao evento graças a campanha desenvolvida por ele junto à comunidade portelense. O repórter conseguiu recursos através de venda de camisetas e apoio de diversas pessoas da cidade.
"Apesar do frio e da dificuldade de comunicação via telefone com a rádio, avalio positiva a nossa presença na JMJ" ressalta Viola, que já se prepara para ir à Cracóvia,  na Polônia, onde acontecerá o próximo encontro dos jovens católicos, em 2016.
Nós que militamos com a comunicação alternativa, parabenizamos o sumano Viola de Jesus, pela garra e determinação para democratizar a informação no Marajó.