domingo, 30 de junho de 2013

PROGRAMAÇÃO OFICIAL DO VERÃO EM PORTEL


segunda-feira, 24 de junho de 2013

TERMINAL DE PASSAGEIROS DO CAMARÁ RECEBE NOVAS CADEIRAS

Com a chegada do período de férias, a ARCON e a Prefeitura de Salvaterra providenciaram a instalação de novas cadeiras para o terminal de passageiros do Camará, além de um novo flutuante.
Cadeiras novas para dar mais conforto aos passageiros
Segundo o Gerente do GTH -Grupo Técnico Hidroviário, o sourense Fernando Tobias, que está há pouco tempo à frente dos trabalhos, a tendência é que a parte fluvial do transporte intermodal pra ilha, melhore muito nos próximos meses, com entrada de mais uma embarcação, mais veloz e confortável.
"Nós estamos exigindo melhorias no serviço por parte das empresas, e elas virão daqui pra frente", disse Tobias.
Fernando Tobias (GTH), Valentin Lucas (Pref. de Salvaterra) e Antonio Neto (Dir.ARCON)

VAI LÁ, SUMANO (A)

A Prefeitura Municipal de Portel, através da SECELT -Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, lançaram a logo oficial e a programação para o verão 2013.
Serão 23 dias de uma programação variada, com atrações culturais, eventos religiosos e esportivos.
Todos estão empenhados para fazer com que a cidade receba o veranista com segurança, ruas limpas, hospitais e postos de saúde em pleno funcionamento, comércio abastecido, hotéis e pousadas suficientes para o grande numero de turistas que são esperados.
Vai lá sumano, leve sua família e curta um verão de paz...

Click na imagem para visualizar melhor

domingo, 23 de junho de 2013

SE NÃO REGULAR, NÃO ADIANTA PROTESTAR

Depois que o blog levantou a bandeira do preço abusivo das passagens no trecho Belém/Curralinho/Breves/Melgaço/Portel, o tema virou pauta de diversas manifestações que aconteceram nestes municípios.
Este serviço que tem 70% das atividades nas mãos de uma só família ( Família Rebelo), não recebe nenhuma fiscalização por falta de regulação da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará- ARCON.
Dentre as principais queixas de usuários, se destacam: A cartelização do preço das passagens; o não cumprimento às gratuidades;  o péssimo atendimento por parte de tripulantes;  banheiros sujos;  preços exorbitantes nas cantinas;  e o não cumprimento a horários de partida e chegada.
Alertamos para a necessidade de pressionarmos o Governo do Estado, para que através da ARCON, passe a regular o serviço, assim sendo, permitirá que outras empresas explorem o serviço, controlará o preço das passagens, fiscalizará as embarcações e garantirá gratuidade e meia-passagem à estudantes.
A ARCON hoje regula as travessias para o Camará, Soure/Salvaterra e Santa Izabel/Bujaru, mas, já está em processo para passar a regular o serviço para as cidades de Muaná e Ponta de Pedras, além de Santa Cruz/ Cachoiera do Arari.

sábado, 22 de junho de 2013

PREFEITO DE SANTA CRUZ DO ARARI É AFASTADO

O prefeito de Santa Cruz do Arari, Marcelo Pamplona (PT) foi afastado do cargo por 90 dias, segundo determinação do juiz da comarca de Soure, no arquipélago do Marajó. Ele é acusado de mandar moradores capturarem cães do município para extermínio.
 De acordo com o Ministério Público, o afastamento do Prefeito foi baseada no inquérito civil instaurado pela promotoria. A alegação do MP é de que Pamplona pudesse aproveitar a influencia política durante a apuração dos fatos.
 O caso foi divulgado no começo do mês de junho, quando alguns moradores de Santa Cruz do Arari denunciaram que a prefeitura estaria pagando pela caça de cães e cadelas para extermínio.
 O acusado admitiu que autorizou a captura dos animais, mas afirma que era para levá-los para a zona rural, já que eles estariam causando proliferação de doenças no município. No entanto, segundo dados do Ministério Público, os animais foram exilados em um local insalubre, e muitos deles estavam mortos.

Fonte: DOL

NOTA DO BLOG
Está evidente neste caso que existe a culpabilidade, mas, não o dolo por parte de Marcelo Pamplona.
Como gestor do município, ordenou a solução do problema que era o grande numero de animais abandonados nas ruas, porém, os seus subordinados agiram da pior forma possível. 
Esperamos que estes 90 dias de afastamento sirvam para reflexão e ajustes na assessoria para que não se repita este tipo de atrocidade.

sexta-feira, 21 de junho de 2013

O BOAVISTENSE TAMBÉM VAI ÀS RUAS

#ACORDABOAVISTA

Um grupo de jovens da minha querida São Sebastião da Boa Vista está organizando uma manifestação pacífica para reivindicar melhores condições de vida, escola de qualidade, saúde pública eficaz, transporte e outras demandas. O blog deseja sucesso na caminhada e que tudo transcorra na mais completa paz.

Serviço:
Dia 23/06/13 (Domingo)
Concentração: Pça da Matriz
Horário: 16:00 hs

DEPREDAÇÃO DE PRÉDIOS PÚBLICOS EM BAGRE

Um protesto organizado pela população de Bagre encerrou com parte do prédio da Prefeitura do município e da Câmara Municipal depredados. A situação aconteceu na noite de quarta-feira (19), mas só foi divulgada hoje (20).
Segundo a Prefeitura, um grupo aproveitou a manifestação pacífica realizada por moradores por conta de um racionamento de energia no município, e depredaram os prédios. Ninguém ficou ferido.
 O prefeito disse que a manifestação dos moradores – cerca de 300, a maioria estudantes – era democrática e legítima. “Ocorre que opositores que não se conformaram com a derrota de outubro passado se infiltraram no protesto e realizaram esse quebra-quebra, tentando até invadir a minha casa', disse o prefeito Cledson Rodrigues. Ainda de acordo com ele, já conversou com a Celpa para tentar resolver o problema da falta de abastecimento.
Desde a última segunda-feira (17) a cidade passa por um racionamento de energia elétrica, com apenas dois dos quatro geradores funcionando. “Desde a inauguração do linhão em março estamos tendo problemas. Tanto que a usina a diesel permanece funcionando e vivemos num eterno racionamento. O linhão vive tendo problemas e muitas vezes a Celpa demora para resolvê-los. Entrei inclusive com uma ação popular na Justiça para tentar resolver o fornecimento de energia. O juiz deferiu favoravelmente ao município”, disse o prefeito.
 Em nota, a Celpa afirma que continua trabalhando para normalizar o fornecimento de energia elétrica em Bagre, que está sendo atendido pela usina dieselétrica do município em regime de contingência, devido a problemas em um dos geradores.
“A concessionária já providenciou a aquisição e transporte de outro gerador, que deve chegar a Bagre ainda hoje (ontem) para que os técnicos possam começar a instalação do equipamento e reestabelecer o fornecimento o mais rápido possível”.

FONTE: ORM



terça-feira, 18 de junho de 2013

REUNIÃO DE PREFEITOS NA AMAM

A Presidente da AMAM Sr.ª Consuelo Castro, convida todos os prefeitos associados para participarem da primeira reunião de prefeitos que deverá ocorrer às 10 horas do dia 21 de Junho de 2013, em Belém, no Auditório Dalcídio Jurandir na AMAM.
 A reunião tem como objetivo dar continuidade às atividades desta associação que passa pela necessidade imperiosa de deliberação sobre assuntos de extrema relevância para os municípios marajoaras.
O referido encontro deverá discorrer sobre as seguintes pautas: ·
 Prospecção de Petróleo - impactos e desafios no Marajó;
 · Demandas referentes a convênios e Projetos municipais; Matadouros, Portos, Aeródromos. PL IGEPREV e IASEP.
 · Linhão do Marajó- Andamento e perspectivas de conclusão; Bolsacreto (projeto construção)
  ·Monitoramento das Repartições Públicas.
 · Marcha dos Prefeitos:
 · Definição de pauta, para Agenda Municipalista - Famep;
 · Definir pauta para reunião com bancada Federal em Brasília dia 09/07/2013.
 · Deliberar sobre a data do Encontro de Prefeitos que deverá ocorrer no município de Muaná; · Movimento Marajó Forte - Criação da UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARAJÓ.

Fonte: AMAM http://amam-marajo.org/noticia_detalhes.asp?codigo=862

terça-feira, 11 de junho de 2013

IBAMA INTERROMPE EXTRAÇÃO DE MADEIRA NO MARAJÓ

Máquinas também foram apreendidas na ação, que ocorreu no domingo, 9. Operação Floresta Caxiuanã percorre toda a região da ilha do Marajó. Foram apreendidos 950 m³ de madeira em tora, o equivalente a 47 caminhões cheios, durante a Operação Floresta Caxiuanã. (Foto: Divulgação/Ibama) Agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) embargaram no último domingo (9) a extração irregular de madeira, em uma Área de Preservação Permanente (APP), às margens do igarapé Pacaputeira, na região do Marajó, no Pará.
Durante as ações da Operação Floresta Caxiuanã foram apreendidos 950 m³ de madeira em tora, o equivalente a 47 caminhões cheios, além de dois caminhões, dois tratores, duas pás-carregadeiras, um gerador de energia, uma motosserra e uma balsa com rebocador. De acordo com o Ibama, o responsável pela exploração ilegal foi autuado em R$ 285 mil pelo depósito das madeiras e ainda deverá será multado pelo tamanho da área de floresta danificada. Os bens foram entregues à prefeitura de Portel e a madeira foi doada ao município para ser utilizada em ações sociais. Fiscalização
A Operação Floresta Caxiuanã percorre desde a última quarta-feira (5) os municípios de Portel, Melgaço e Breves, na região do Marajó, para investigar a ocorrência de crimes ambientais, assim como coordenar ações de combate à pirataria, ao tráfico de drogas, contrabando e à prostituição infanto-juvenil. Atuam ainda o Grupamento Fluvial de Segurança Pública (GFlu), Divisão Especializada em Meio Ambiente (Dema), Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) e o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam). Madeireiras localizadas na região também são alvo da fiscalização, que irá verificar se o volume de produto florestal negociado no sistema Sisflora é compatível com o tamanho das empresas, a atividade irregular é conhecida como “esquentamento” de madeira ilegal. Duas empresas, cujas estruturas físicas eram incompatíveis com a movimentação de toras declaradas, já foram bloqueadas pelo Ibama.
Foram apreendidos ainda um barco com 50 m³ de madeira serrada irregular, na baía de Melgaço, e uma balsa flagrada quando descarregava 300 m³ de toras em uma serraria em Portel. Um macaco guariba mantido em cativeiro, sem autorização do órgão ambiental, foi resgatado em uma embarcação na comunidade Acangatá e encaminhado ao Museu Emílio Goeldi, em Belém.

Fonte G1

PT INSTALA COMISSÃO DE ÉTICA PARA APURAR DENÚNCIAS DE SANTA CRUZ DO ARARI

A direção executiva do Partido dos Trabalhadores no Pará decidiu nesta segunda-feira, convocar a Comissão de Ética Estadual para apurar as denúncias de maus tratos de animais, no município de Santa Cruz do Arari, governado pelo prefeito Marcelo Pamplona. Foi a primeira reunião do Partido após a divulgação do fato, na semana passada e a decisão está amparada no artigo 232 do Estatuto do PT. Por unanimidade dos membros da sua executiva estadual, o Partido dos Trabalhadores, reafirma que considera inaceitável qualquer procedimento de um gestor público que trate a questão de superpopulação de animais domesticados, nas ruas das cidades, com medidas extremas. A questão tem que ser tratada com base na lei e nas medidas sanitárias que envolvem a responsabilidade pública tanto da esfera municipal como estadual. A Comissão de Ética agora vai ouvir todos os envolvidos e apresentar um relatório que será entregue à executiva, a quem cabe tomar a decisão final.

Fonte: Ascom PT – Pará

segunda-feira, 10 de junho de 2013

COMENTÁRIOS SUSPENSOS

Em virtude de grande número de comentários ofensivos nas postagens referente ao caso de extermínio de cães em Santa Cruz do Arari, resolvemos ocultar a janela de comentários nas postagens deste blog.
Aproveitamos a oportunidade para esclarecer que não estamos defendo o prefeito Marcelo Pamplona pelo ato infeliz da captura dos animais de sua cidade, muito pelo contrário, fomos os primeiros a denunciar o caso nas redes sociais. Entristece ver os defensores dos animais atacando as pessoas sem as conhecê-las e como não responderemos a estas insanidades, preferimos não permitir os comentários.
Reiteramos nosso compromisso com a verdade, doa a quem doer.
Peço a compreensão de todos
Abraço Marajoara.

GRUPAMENTO FLUVIAL SOCORRE GESTANTE EM PORTEL

Na manhã do último domingo, 9, uma equipe do Grupamento Fluvial de Segurança Pública (GFLU) prestou socorro à Elisângela Leão Machado, 17 anos, que estava em trabalho de parto, na Vila Acangatá, no município de Portel. A jovem, que reside em uma comunidade ribeirinha à margem do rio Camapari, estava bastante debilitada, poia havia entrado em trabalho de parto desde as duas da madrugada, sem, no entanto, conseguir dar a luz.
 Para garantir um deslocamento rápido, já que a embarcação da família não oferecia condições para isso, o diretor do Grupamento Fluvial, delegado Dilermando Dantas Júnior,, determinou que o transporte fosse feito na Embarcação de Ação Rápida (EAT), o que garantiu que a jovem chegasse ao hospital de Portel em 50 minutos. Se a viagem fosse feita no outro barco poderia demorar quase horas.
 Elizângela Leão Machado deu à luz uma menina, comu 2.930 quilos.
Segundo a enfermeira do hospital, Solange Borges, a rápida condução da gestante foi fundamental para salvar a vida de mãe e filha, que passam bem.

Fonte: Agência Pará

VENHA CONHECER NOSSA REALIDADE.


EXPEDIÇÃO RIO AMAZONAS COMEÇA CAMPANHA PARA CRIAÇÃO DA ESCOLA PÚBLICA DE CANOAGEM,

Hoje (10) em Santarém/Pa, três aventureiros iniciaram a “Expedição Rio Amazonas”. Os paraenses Igor Vianna, Ivaldo Rostand, e o britânico Murdock Henderson, percorrerão, em caiaques, quase mil quilômetros de rio, de Santarém a Belém. O início desta jornada amazônica marcará o lançamento de uma campanha de arrecadação de fundos para a criação de uma Escola Pública de Canoagem em Belém, destinada à jovens e adolescentes.
Serão somente os três, sem contar com barco de apoio, durante treze dias, até o dia 22 de junho, sábado, quando chegarão à capital paraense. Ao percorrer da foz do rio Tapajós, em Santarém, à foz do rio Guamá, em Belém, em um tempo estimado de 13 dias, os canoístas passarão por pelo menos nove municípios: Monte alegre, Prainha, Almeirim, Gurupá, Portel (a confirmar), Breves, Curralinho, São Sebastião, Barcarena. E outras dezenas de comunidades ribeirinhas.
O trio deverá imprimir uma velocidade média de 12 quilômetros por hora, todos os dias, das 7h da manhã às 17h, com duas horas de parada para o almoço. Alimentação e descanso também serão feitos dentro do caiaque, de onde sairão somente para acampar e dormir.

Continue lendo...

OPERAÇÃO "FLORESTA CAXIUANÃ" APREENDE VEÍCULOS, ANIMAIS E MADEIRA ILEGAL

A Operação “Floresta de Caxiuanã”, realizada entre os dias 5 e 12 de junho, mobilizou homens do Grupamento Fluvial de Segurança Pública (Gflu), Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) e Delegacia Especializada em Meio Ambiente (Dema), com a parceria do Centro Gestor Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) e Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Ibama), para o combate intensivo a crimes ambientais, pirataria, tráfico de drogas, contrabando e prostituição infanto juvenil na região de Portel, Breves e Melgaço, na Ilha do Marajó.
 Segundo o diretor do Grupamento Fluvial Integrado e coordenador geral da operação, delegado de Polícia Civil Dilermando Dantas Júnior, a Floresta Caxiuanã vem sendo alvo, principalmente, da extração ilegal de madeira. Só neste ano, foram apreendidos cerca de dois mil metros cúbicos de toras, na região. “Vamos combater com rigor todos os tipos de ilegalidade praticadas naquela área”, frisou o diretor.
 A ação contou com o apoio de duas embarcações de ação rápida (EAT), uma lancha voadeira, duas motocicletas, um terminal de comunicação via satélite e um helicóptero, equipamentos do Sistema de Segurança Pública. Para a operação, a Cesipam disponibilizou antenas de comunicação via satélite (VSat). O Ibama garantiu suporte, por meio de informações e conhecimentos técnicos sobre o tipo e as características das madeiras que estão sendo extraídas de forma ilegal, além do apoio com guias florestais.
Durante a operação foram apreendidos uma balsa com rebocador, um caminhão “Romeu e Julieta”, um caminhão tipo truck, dois tratores agrícolas, duas carregadeiras para carregamento de toras, um barco de transporte de material, um grupo gerador, uma motosserra, 1350 m³ de madeira em tora, 52 m³ de madeira serrada, treze brincos produzidos com penas de araras ameaçadas de extinção e um macaco da espécie guariba (Aloattacaraya), que estava sendo criado na Vila Acangatá, em Portel. O animal foi levado para o zoológico do Museu Paraense Emílio Goeldi para, posteriormente, ser encaminhado para o Centro Nacional de Primatas, em Ananindeua.
 Ao longo da ação, os policiais aplicaram sanções administrativas. Foram feitos dois bloqueios no Sistema do Documento de Origem Florestal (DOF) de serrarias locais, por apresentarem informações falsas no Sistema de Comercialização e Transporte de Produtos Florestais (Sisflora). Várias multas também foram aplicadas por crime ambiental (desmatamento, transporte e depósito de madeira sem licença).
Vereadores exigem que as apreensões fiquem em Portel
 O presidente da Câmara Legislativa do município de Portel, Francisco Ângelo de Oliveira Júnior, foi ao Centro de Operações, instalado na embarcação “André Luiz”, acompanhado de treze vereadores da cidade, e solicitou que parte da madeira apreendida seja doada ao município. O grupo de vereadores também recebeu informações sobre a operação e de que forma as serrarias do município estão trabalhando, se em acordo ou não com normas federais.
 Segundo o delegado Dilermando Dantas Júnior, a madeira apreendida será entregue à Prefeitura de Portel, a título de doação sumária, com o compromisso de ser utilizada em ações sociais, como a construção de uma Casa de Apoio, de escolas e de carteiras escolares, devendo a administração do município atender ao que determina a Instrução Normativa nº 028, do Ibama. “O maquinário apreendido também será entregue ao município de Portel, a título de fiel depositário, aguardando decisão de autoridades competentes”, acrescentou.

Fonte: Agência Pará

BOM PRA TODOS?

Que os serviços bancários no Marajó estão piorando a cada dia, isso todo mundo já sabe, mas a situação tá se complicando até no espaço físico das agências . Apesar da expansão do Banco do Brasil que está abrindo postos de serviços (PAB's) em alguns municípios marajoaras, as agências existentes sofrem com o abandono e falta de funcionários.
A agência do BB no município de Breves está precisando com urgência de uma reforma. Basta cair uma chuvinha que a agência fica deste jeito aí, (foto). O flagrante é do publicitário brevense, Diego Pereira, que indignado com a situação, publicou a foto em seu perfil no twitter.
Tomara que a superintendência do bando dê uma olhadinha nisso

Atualizada às 19:40 hs...

O publicitário Diego pereira entrou em contato com o blog para informar que o crédito da imagem é para Marcos Onias. Pediu também  a publicação do SAC do Banco do Brasil 0800 729 0722 para reclamação.

PROJETO DO IDEFLOR PROMOVERÁ GERAÇÃO DE RENDA E PRESERVAÇÃO AMBIENTAL EM PORTEL

A belíssima Orla da Praia do Arucará, em Portel.
Promover o ordenamento fundiário e ambiental, com incremento de renda e uso sustentável da floresta, por meio de Sistemas Agroflorestais (SAFs), e implantar planos de manejo florestal comunitário, são alguns dos objetivos do Projeto de Desenvolvimento Local (PDL) desenvolvidos pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal do Pará (Ideflor), no município de Portel, no Arquipélago do Marajó.
 As ações do projeto contam com a parceria do Programa Pará Rural e do Instituto Floresta Tropical (IFT), além da Prefeitura de Portel e do Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do município.
Conhecido por ser um polo madeireiro, Portel, historicamente, tem um dos menores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado. Para mudar essa realidade, o Ideflor elaborou o PDL, que vai beneficiar 1.500 famílias.
 “O projeto PDL Portel tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento sustentável de povos, comunidades tradicionais e agricultores familiares nas glebas públicas estaduais do município”, informou Daniel Francez, técnico do Ideflor e coordenador do projeto.

Continue lendo...

sábado, 8 de junho de 2013

SANTA CRUZ DO ARARI: IMAGEM CREDITADA AO EXTERMÍNIO DE CÃES NO MUNICÍPIO FOI EXTRAÍDA DE SITE DE PERNAMBUCO

Apesar de ampla repercussão sobre o caso, inclusive internacional, parece que a boataria sobre o extermínio de cães em Santa Cruz do Arari, tem mesmo viés político.
A imagem espalha pelas redes sociais, que inclusive foi utilizada por artista global para expor sua indignação sobre o caso, na verdade é de um caso de envenenamento de cães que aconteceu no estado de Rio Grande do Sul, em fevereiro de 2012 ( Leia AQUI).
Mesmo com desgaste de sua imagem, o prefeito petista Marcelo Pamplona, através de sua assessoria jurídica e de comunicação, começa a elucidar o caso.
Aos poucos vai se descobrindo os autores da denuncia e os perfis fake's  que colocaram as imagens nas redes sociais. Vamos esperar as investigações da DEMA e MPE que estão na cidade concluírem o inquérito para sabermos mais, e assim, se for o caso. publicizar a verdade sobre o assunto.

sexta-feira, 7 de junho de 2013

OPERAÇÃO FLORESTA CAXIUANÃ COMBATE EXTRAÇÃO ILEGAL DE MADEIRA

O Sistema Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, por meio do Grupamento Fluvial de Segurança Pública (Gflu) e o Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), realiza desde o dia 5 deste mês a Operação “Floresta de Caxiuanã”, em parceria com o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Ibama). O objetivo é promover o combate intensivo a crimes ambientais, pirataria, tráfico de drogas, contrabando e prostituição infanto- juvenil. A ação se estende até o final de junho. A Floresta de Caxiuanã fica localizada nos municípios de Portel e Melgaço, no Arquipélago do Marajó.
 Segundo o diretor do Grupamento Fluvial Integrado, delegado Dilermando Dantas Júnior (foto), a Floresta Nacional vem sendo alvo, principalmente, de extração ilegal de madeira. Só neste ano foram apreendidos na região cerca de 2.000 metros cúbicos de toras. “Vamos combater com rigor todos os tipos de ilegalidade praticados naquela área”, frisou o diretor.
 A ação conta com o apoio de diversos equipamentos da Secretaria de Estado de Segurança Publica e Defesa Social (Segup), como um barco a motor, duas embarcações de ação tática (EAT), uma lancha voadeira, duas motos e um helicóptero.
   Para a operação, o Sipam disponibilizará antenas de comunicação via satélite (V SAT), enquanto o Ibama dará suporte, por meio de informações e conhecimentos técnicos, sobre o tipo e as características das madeiras que estão sendo extraídas de forma ilegal, além do apoio com guias florestais.

quinta-feira, 6 de junho de 2013

ZOONOSES DA SESPA VAI A SANTA CRUZ DO ARARI

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) vai enviar uma equipe de técnicos da Coordenação Estadual de Zoonoses (CEZ) ao município de Santa Cruz do Arari, no Arquipélago do Marajó, para fazer um levantamento epidemiológico e determinar qual a medida mais adequada para controlar a superpopulação de cães. A ida da equipe técnica ao município acontece após denúncia de que o prefeito de Santa Cruz teria mandado capturar e exterminar os animais.
 A ação da Sespa foi anunciada durante reunião entre representantes da Secretaria e da Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó (Amam), na manhã desta quinta-feira (06), no Nível Central da Sespa. A reunião foi solicitada pela presidente da Amam e prefeita de Ponta de Pedras, Consuelo Castro, com a finalidade de reverter a situação causada pela denúncia contra o prefeito Marcelo Pamplona.
Participaram do encontro o diretor do Departamento de Controle de Endemias da Sespa, Bernardo Cardoso; o coordenador estadual de Zoonoses, Reynaldo Lima, e o secretário executivo da Amam, Pedro Barbosa.
Segundo Consuelo Castro, o prefeito reconheceu a medida equivocada, e está disposto a resolver o problema da maneira correta. “Ele teve boa intenção, mas com uma medida equivocada”, ressaltou a presidente da Amam.

Continue lendo...

NOTA OFICIAL AOS VEÍCULOS DE COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO PARÁ

O Prefeito Municipal de Santa Cruz do Arari, por meio de sua assessoria jurídica e assessoria de imprensa, vem publicamente manifestar-se acerca das acusações lhes estão sendo impingidas nos seguintes termos:

Não é verdade que os cachorros do município de Santa Cruz do Arari estejam sendo mortos por determinação do prefeito.
Não é verdade que foi oferecido quantia em dinheiro para que esses cachorros sejam capturados e depois sejam jogados nos rios daquelas redondezas.
A verdade é que o município de Santa Cruz do Arari possui um número elevado de cães que defecam pela cidade e transmitem doenças e parasitas. E que a superpopulação destes animais tornou-se questão de saúde pública, razão pela qual, por diversas vezes a prefeitura municipal encaminhou ofícios e requerimentos para que a Secretaria de Zoonoses do Estado enviasse ao município uma equipe técnica a fim de levantar um estudo sobre a superpopulação destes animais na cidade e o risco de proliferação de doenças como leishmaniose e outras patologias.
As cenas veiculadas na imprensa em nada têm haver com a determinação do prefeito em levar os animais doentes para a zona rural. E que, portanto não procede a notícia que tenha ocorrido a matança de animais naquele município. Trata-se de um boato que se espalhou pelas redes sociais da internet e que por razões políticas querem atribuí-lo à pessoa do atual prefeito.
O prefeito manifesta seu respeito pelos animais, mas principalmente pelos seres humanos, em especial as crianças, moradores daquele município que podem contrair doenças pelas fezes depositadas nas ruas por estes animais. Fato este que motivou esta medida emergencial para evitar um mal maior.
O prefeito firma compromisso que nenhum animal foi ou será maltratado na sua gestão, e irá apurar qualquer denuncia referente a maus tratos de animais na cidade.
Por fim, reitera publicamente seu requerimento a secretaria estadual de zoonoses para que encaminhe uma equipe técnica para levantar um estudo sobre providencias a serem tomadas em razão das doenças que podem ser proliferadas por estes cães.
Qualquer notícia contrária esta nota é na verdade de cunho político com mero intuito de macular a ilibada moral e reputação do prefeito que vem realizando e cumprindo obras e serviços no campo social, da saúde e urbano.
O prefeito coloca-se à disposição das autoridades competentes para prestar todos os esclarecimentos necessários.

SANTA CRUZ DO ARARI, 05 DE JUNHO DE 2013

Marcelo Beltrão Pamplona
Prefeito Municipal

Liriam Sacramenta  - Assessoria Jurídica OAB PA 13031
Alexandre Lima -   Assessoria de Comunicação

POSIÇÕES ANTAGÔNICAS


Lideranças petistas no Pará divergem em redes sociais sobra a situação politica do prefeito de Santa Cruz do Arari, Marcelo Pamplona, acusado de ordenar o extermínio de centenas de cães na sua cidade. 




"Como Marajoara, ex-coordenador do PT no Marajó e um dos abonadores da filiação do Prefeito no PT. Te afirmo que ele já está apurando os fatos, irá afastar imediatamente os culpados e quem tiver culpa será punido. Agora, não podemos julgar nada. Temos que saber absolver os interesses que estão por trás. Quem conhece um pouco a política em santa Cruz do Arari, sabe o que está por trás. Até que se prove contrário o Prefeito Marcelo Pamplona, goza de toda nossa confiança e solidariedade. Já fiquei preocupado ao saber que a equipe da DEMA chegou ao município em transporte cedido pela oposição."
(Albertinho Leão - Ex-coordenador do Colegiado do PT no Marajó)


"Longe de querer colocar combustível na fogueira meu caro Albertinho Leão... Respeito sua posição, porém dela descordo. A postura inicial do Prefeito foi vergonhosa! Em momento algum ele falou em apurar os fatos, pelo contrario, falava que o "serviço" iria continuar. Agora, com a repercussão do caso, o Prefeito toma as ditas atitudes citadas por vc. No mínimo o Prefeito deveria pedir desculpas a toda sociedade. Sinceramente, não quero "condenar" o Prefeito, mas na condição de militante do partido dos trabalhadores (Atualmente, vice-presidenta) me sinto ENVERGONHADA pela "pífia" atitude inicial do Prefeito do PT. Se caso fique comprovada a participação do Prefeito, penso, que cabe ao PT a abertura de uma comissão de ética". 
(Karol Cavalcante - Atual vice-presidenta regional do PT)


NOTA DO BLOG
Este antagonismo nos permite acreditar que o PT ainda tem jeito. O que em passado recente não se via, hoje já dá pra perceber "novos rumos" nos posicionamentos internos. De um lado as figuras retrogradas que levaram o partido no estado à situação em que hoje se encontra, do outro, uma juventude aguerrida e empenhada em resgatar o "PT das Origens"
"Partido, partido, é dos trabalhadores"

terça-feira, 4 de junho de 2013

A VIDA NO MARAJÓ NÃO TÁ FÁCIL NEM PRA CACHORRO

Prefeito de Santa Cruz do Arari, Marcelo Pamplona/PT, paga até R$ 10,00 pra quem capturar um animal e entregar à prefeitura.
A população de Santa Cruz do Arari, no arquipélago do Marajó acusa o prefeito Marcelo Pamplona (PT) a pagar de R$ 5 a R$ 10 a quem capturar cães e colocá-los numa canoa para que sejam levados e desapareçam do município. Somente nos últimos dias 28 e 29 de maio, cerca de 300 cães foram supostamente exterminados. O caso foi apontado pelo morador da cidade, Aragonei dos Santos, 49, que, filmou com celular a “caçada” aos cães pela cidade e foi agredido porque ameaçou denunciar o caso. Ele teve três cachorros raptados. O prefeito confirmou a captura dos animais, negou o extermínio e afirma que a caçada deve continuar.
No município vivem cerca de 8.100 habitantes – segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e agora o homem passou a pior inimigo dos cachorros. No último dia 28, muitos moradores acordaram com latidos e choro dos animais. Nas imagens é possível ver homens e crianças laçando os cães e os arrastando pelas ruas da cidade. Os vídeos foram apresentados ontem, com exclusividade, pela RBATV, no final do programa ‘Metendo Bronca’. As cenas são chocantes. Bastante machucados, os cães são amordaçados e jogados dentro de duas embarcações chamadas rabetas. Alguns chegam a ser pendurados pelo pescoço e outros são agredidos.

Continue lendo...


segunda-feira, 3 de junho de 2013

TRANSPARÊNCIA NOS MUNICÍPIOS MARAJOARAS: UMA REALIDADE DISTANTE

Termino no dia 27 de maio o prazo para que os municípios com menos de 50 mil habitantes atendessem às exigências da Lei da Transparência. Aprovada há quatro anos pelo Congresso, a Lei Complementar 131 determina a publicação, em meio eletrônico de acesso público, das informações sobre a execução orçamentária e financeira dos entes federados.
Muitos municípios, no entanto, sequer têm portal na internet. Autor do projeto que deu origem à lei, o senador João Capiberibe (PSB-AP) diz considerar que o prazo dado às cidades menores foi suficiente para que se adequassem às exigências, lembrando ainda que o acesso à tecnologia está mais fácil atualmente.
 - A facilidade que a tecnologia criou para essa comunicação na rede mundial de computadores é enorme. Então não tem como os prefeitos tentarem se justificar arguindo dificuldades tecnológicas para cumprir a lei. Isso é descuido mesmo..

Punição:
Capiberibe explica que, caso não cumpram as determinações legais, as prefeituras podem ser punidas com a suspensão das transferências voluntárias de recursos, como as emendas parlamentares e o dinheiro de programas dos ministérios. A punição acabaria tendo reflexos para a população local.
 - A população é punida junto com a prefeitura. O prefeito que não cumpre a lei acaba atraindo a punição para si e para toda a comunidade, que fica sem recursos – explica o senador, ressaltando a necessidade de controle por parte da população.
- Na medida em que a lei vai sendo cumprida e as informações vão sendo disponibilizadas na web, há uma inibição do processo de corrupção. A lei é inibidora do processo de corrupção.

Fonte: Agência Senado

NOTA DO BLOG
O município de São Sebastião da Boa Vista, por exemplo, tem portal na web, mas não disponibiliza dados em cumprimento à lei (veja print).
.

A TIM EM PORTEL NA MIRA DA CÂMARA MUNICIPAL

As constantes quedas no sinal ocasionando prejuízos enormes à toda população portelense, está provocando o legislativo a tomar providencias para tentar melhorar a qualidade do serviço.
Requerimento 02/2013 de 25/02/2013 (print abaixo) do presidente da Câmara Municipal de Portel, Vereador Ângelo Jr./PP, solicitou ao executivo municipal que informasse a situação da operadora TIM no município marajoara às margens do Rio Pacajá.
Como resposta, recebeu informação da SEGAF – (Secretaria de Gestão e Finanças) de que a operadora de telefonia móvel está em Portel há 08 anos . Iniciou com apenas uma torre e desde 2011 opera com duas torres e que os impostos referentes à alvarás de funcionamento estão em dia e que a prefeitura não celebrou nenhum contrato com a empresa. Como as respostas foram inconclusivas, o presidente da Câmara vai encaminhar solicitação à direção da operadora no Pará para que a mesma melhore a qualidade do serviço, pois, a população não aguenta mais esta situação.